Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA CUNHADINHA DELICIOSA IV

Estavamos realizando a cada dia nossas fantasias juntos, como já contei anteriormente e na ultima transa conseguimos transar muito gostoso eu, minha esposa e minha cunhadinha. Vou novamente descreve-las, a minha esposa é linda, alta, seios duros e medios, uma deliciosa bunda e muito charmosa,buceta branquinha e lisinha. Minha cunhada é linda, pequena, sexy, seios deliciosos, boca devoradora, safada e eu confesso - é a mulher que mais me dá tesão. Minha esposa já estava gostando muito de participar das loucas transas, entre nás três já não havia mais nenhum pudor, transamos em banheiros, carro, boate, aonde desse vontade. Minha cunhadinha queria mais...ela adorava realizar suas vontades, e ela gostava muito de sua deliciosa amiga - Renata, que já haviamos transado antes, mas sem a participação de minha esposa. Estavamos no Rio de Janeiro e minha cunhada ia chegar para passar o fim de semana e claro curtir muito sexo, mas dessa vez ela trouxe sua amiga, o que deixou minha esposa muito frustrada, pois ela nunca iria transar com outra mulher que não fosse minha cunhada. Fomos para praia e eu estava louco sá de ver aquelas 3 mulheres maravilhosas, uma mais gostosa que a outra e prontas para uma orgia sem limites. Novamente chamo todas para uma caminhada e minha esposa não topou, e deixou eu ir sozinho com a Renata e minha paixão. começamos logo a conversar sacanagens e minha cunhada falou que eu teria que entrar no mar, pois meu pau estava saindo para fora da sunga, a Renata lambeu os lábios e pediu para ir junto, é claro que deixei, entramos, nos beijamos, comi sua buceta, falei muita putaria e logo minha cunhada se aproximou, beijou muito sua amiga e sugeriu que parassemos com aquilo para que a noite o tesão fosse completo. Falou que seria hoje a nossa transa a quatro, começamos a bolar um plano e fomos de volta para a praia. Combinamos da Renata dar muito mole para minha esposa, e ela pegou pesado, pediu para passar bronzeador nela e passou a mão em minha esposa toda, na bunda, por dentro do biquini em sua buceta, nos seios, minha esposa estava sem graça e eu estava fingindo nem ver, minha cunhada essa hora já estava completamente molhada. Falaram sobre suas transas e resolvemos ir embora. Chegando no AP falei que ia no supermercado para comprar bebida e minha cunhada veio junto(fazia parte do plano), deixamos a Renata sozinha para enlouquecer minha esposa, eu tinha certeza que ela não iria aguentar e iria se entregar. Entrei no elevador e já começamos a imaginar o que poderia acontecer, minha cunhada apertou o numero do ultimo andar e falou que queria muito meu pau. Subimos para o telhado e ela me chupou muito, começou a falar da Renata e minha esposa e transamos ali mesmo, comi ela toda, sua buceta, sua bundinha e no final ela engoliu toda minha porra. A Renata resolveu partir para o ataque e logo chamou minha esposa para sala, falou como ela era gostosa e que sabia de nossas transas, começou a beijar loucamente a boca e ligou para meu celular, deixou eu e mina cunhada ouvir todos os gemidos e as sacanagens que elas falavam, minha esposa pedia sua lingua, chamava ela de gostosa e pedia segredo sobre essa transa. Descemos do telhado com um tesão louco, assim que tocamos a campainha minha esposa correu para o quarto. A Renata estava deliciosa, toda queimada de sol e colocou o dedo dentro de nossas bocas para sentirmos o gosto de minha esposa. Ficamos bebendo e minha esposa volta na sala, sá de vestido curto, uma delicia, as outras já estavam com poucas roupas e eu continuava sá de sunga. As danças eram muito sensuais, a Renata não se controlava mais, passava a mào em minha cunhada que tb retribuia com beijos no seios e alguns selinhos, minha esposa já estava excitada, e meu pau não tinha mais lugar, ela então levantou pegou minha cunhada e começou um beijo, a Renata já veio e começou a me chupar, mostrando para as duas e pedindo elas para participarem. As três chupavam meu pau e gritavam como elas queriam, uma começou a chupar a buceta da outra e foi um gozo coletivo em suas bocas, chuparam todo o meu corpo, comi o cú da Renata, da minha cunhada, minha esposa, enfiei com vontade em todas e gozei muito. Transamos até amanhecer, fomos para praia e comi as três dentro do mar. Minha cunhada me falou no ouvido que tem outro desejo comigo, isso eu conto no práximo conto, OK?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto mete ai ai uiui no cuconto erotico pulando o muro comendo o cu da vizinhacontos eroticos guei meu colega de quarto me fes sua femeaEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delaContos erroticos visinho fodedo novinhacontos eróticos gay o filho do pastorContos corno mansocontos a filhinha de fii dando p i papaiContos madrasta putaTennis zelenogradcontos gay paicontos eroticos esposa coloca coleira no maridoirmãfodeirma dormindovideos de meninas fudedo co casoroporno baixar caralhogrossos conto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoconto erótico com sete anos meu tio chupou mlnha bucetinhacontos eróticos massagemContos o moleque comeu o cu virgem da minha mulhercontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realcontos de coroa com novinhoFudeer minha avoconto de incesto de pastor estrupadoConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaishttp://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupaloscorno obrigado a chupar pica contocontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meuconto vagabundos arebentarao meu cucontoseróticos encoxadas na casadacontoa eróticos de uma mulher dando pra dois home mmcontos minha picona na titiarelato erotico meu filho me secava doiscontos homem chupa rola ricardaocontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeuporn linda sobrinha porreiconto erotico na piscinaacidentado comi minha sogra contoscontos de coroa com novinhozoofilia conto como treinar sua cadelafizemos sexo bi com um estranho contoconto de casada fodendo com desconhecido da net Contos.encesto.relacha.maeContos eroticos c imagens v puta de meu sogro e do cunhadocontoseroticos sogra e genro na agua da praiacontos eroticos fetiches. suzane deu pro paiContos cunhada e sogra casada que adora dar a bundamenina matuta contos eroticosescravizando minha funcionaria conto eroticofingi que estava dormindo e cimetam meu cucunhada pediu pra ver meu pinto contoscontos eróticos em cima do carroelagozouquedesmaioupaguei aposta chupando contos conto erotico com filhinhaninfetas lésbicas beijando o peitoral dos travestiscontos eroticos ninfeta al climaxcontos-chantageei minha enteada e comi o cúzinho dela virgem e ela gritou de dorConto erotico ninfetas mijonasconto xotA cu filhinhoContos porno minha esposa realizou meu sonhojumenta descendo o pau todinho no c* do gaycontos erótico me rasgaram mo acampamentoconto irma dormindoclassificados evangélica procurando cornoTennis zelenograd contocontos gays reais/a anaconda do meu primoContos eroticos chamo vitoria dei pro meu cumhadocontos eroticosirmazinhadeixei minha filhinha brincar com meu pau coltos Www xporno subrimhas trazei cm elas virg demeno eu eragay surra chinelo putinhamorena amiga da esposa contocontos exitantes de aline bebada com varioscontos sexo a papai vai doer não cabecacetes grossos dentro da xota contosenteada v******** com marquinha de biquíni doidinha para dar o c* para o paicontos eróticos minha tia min da banhoconto erótico transformei meu filhinho em mocinha de calcinhaConto erotico sou morena clara evangelicacontos eronticos sou crente mais minha buceta vivi picandocontoerotico meu padrastomim comeucornosubmissocontoxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguesflagrei conto gayrelatos coroas defloraçãoConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimconto erotico enteadaurso velho peludo gay contosmulher leva enrabado de cachorroverdinho tirando a virgindade da sobrinha novinha gostosaContos flagrada fudendo outroSou casada mas bebi porro de outra cara contos