Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A DELICIOSA MÃE DO MEU COLEGA!

Click to Download this video!

Meu nome é Júlio.Sou moreno, 22 anos, 1,75m e saradinho...nada exagerado, digamos em forma.

Tenho um colega (André) que morava em minha rua e não o via fazia 4 anos. Porquê ele está morando em São Paulo por causa da facul e tal...Mas seus pais continuando morando na mesma casa. Antes dele ir pra SP eu vivia na casa dele jogando videogame, futebol, piscina, etc.

Desde de sempre morri de tesão por sua mãe (Marta)... Uma morena magra, 1,75m, cabelos negros, compridos e enrolados. Não é mto bonita, mas tem uns peitos mto gostosos...não é enorme, tem tamanho e formato perfeitos. Tem uma bundinha pequena, mas redondinha.

Já a vi várias vezes de biquini, já a vi de calcinha uma vez que dormi lá e uma vez a vi pelada...mas foi muito rápido. Sempre me masturbei pensando nela, mesmo sem quase vê-la.

Enfim, no Natal do ano passado ela apareceu em casa com seu marido e com o meu colega. Fiquei louco de tesão na hora, e fazia de tudo pra ficar perto dela sá para apreciar aqueles peitos que estavam num decote maravilhoso.

Neste dia botei o papo em dia com André e combinei com ele que passaria qualquer dia em sua casa para jogarmos alguma coisa...já que ele estava de férias e iria ficar na casa de seus pais.

Uns dois dias depois fui na casa dele a noite pra gente jogar um partida PES no videogame. Cheguei lá e ele pediu pra não fazer muito barulho que seus pais já estavam dormindo.

Depois de 3 horas jogando ele falou pra eu dormir lá pq já tava tarde e assim nás poderiámos jogar mais...concordei e liguei pra casa pra avisar.

Lá pelas 4h da manhã meu colega já estava dormindo e eu sem nenhum sono, pq havia acordado 3h da tarde naquele dia...

Então resolvi descer pra cozinha pra pegar água. Desci, tomei um copo e me sentei no sofá da sala e comecei a ler uma revista.

De repente começo ouvir passos e quando olho dou de cara com sua mãe. Ela estava apenas com um blusinha branca minuscula e uma calcinha branca. Olhou espantada pra mim:

- Júlio, o que vc tá fazendo uma hora dessa acordado aqui embaixo?Eu nem sabia que vc ia dormir aqui!

Fiquei meio sem palavras pela situação e tb pq ela estava deliciosa na minha frente com aquela roupinha.

- Oi Marta, é que to meio sem sono e desci pra tomar uma água. Eu não ia dormir aqui, mas ficou tarde e tal...

- Ah tá, não tem problema...é que eu ouvi um barulho na cozinha e vim ver! Dormi tão cedo hj que não tenho mais sono.

Abri um sorriso enorme no rosto, criei coragem e disse:

- Senta aqui então e me faz companhia.

Ela ficou meio sem graça com meu convite, pq ela tava vestida daquela forma talvez. E eu ali somente de shorts.

A única coisa que passava na minha cabeça é que era essa a minha chance de tentar realizar meu sonho de tantos anos de comer aquela mulher....Eu sabia que a chance de eu me foder era enorme e que poderia criar uma situação muito chata, mas arrisquei.

Ela apenas fez um gesto de sim com a cabeça aceitando meu convite e se sentou ao meu lado no sofá.

Começamos a conversar de coisas como estudos, emprego, família e tal...E sempre que podia olhava pra suas coxas nuas e pra seus peitos saborosos. E meu pau já explodindo dentro da cueca.

Conforme a conversa ia rolando, comecamos a rir...mas baixinho pra não acordar ninguem e eu ia me aproximando mais e mais de seu rosto.

Ela com certeza percebeu me disse:

- Júlio, eu estar vestida assim te incomoda?Porque parece que voce nao está a vontade. Melhor eu me trocar.

Eu rapidamente disse:

- Claro que não Marta. Você está maravilhosa assim.

Nesse momento pensei... Me ferrei, falei demais! Ela vai me dar um tapa na cara....Mas eu não pude evitar.

Ela olhou diretamente nos meus olhos e abriu um sorrisinho no canto do rosto...

- Delicioso é você menino!

Não deu tempo nem de eu responder e quando vi já estavámos nos beijando loucamente. Ela agarrou meu cabelo e começou a chupar minha boca com voracidade. Eu tb a agarrei pelos cabelos e comecei a alisar suas coxas enquanto ia beijando seu pescoço.

Eu falava em seu ouvido:

- Você é muito gostosa, eu sempre quis te comer...vou chupar você inteirinha.

Ela se arrepiava toda e falava:

- Se eu soubesse que vc ia virar um menino tão gostoso, eu teria te agarrado antes.

Fui descendo a boca até chegar nos seus peitos deliciosos. Quando abaixei a blusa comecei e chupá-los eu não acreditava. Anos e anos desejando aquela mulher e ela estava ali na minha frente...totalmente entregue a mim.

Eu mamava aqueles peitos sem nenhuma pressa...aproveitando cada pedacinho, enquanto passava meus dedos em sua bucetinha por cima de calcinha.

Ela então tirou completamente sua blusa e pegou minha mão e levou até sua buceta por baixo da calcinha e disse:

- Olha como eu já to molhadinha.

Dei um sorriso e comecei a enfiar dois dedos nela, enquanto massageava seu clitoris com o polegar...Ela se contorcia pra não gemer alto.

Nessa hora eu nem pensava que alguem naquela casa pudesse acordar...mas tentávamos fazer o minimo de barulho possível.

Logo em seguida me ajoelhei em sua frente e tirei sua calcinha bem devagar. Comecei a beijá-la pelos pés e fui subindo.... Ela me olhava com uma cara de puta que sá aumentava meu tesão.

Quando cheguei com a boca em sua buceta e comecei a chupá-la, ela agarrou minha cabeça e começou a força-la contra ela. Eu chupava seu clitoris com força enquanto apertava aqueles seios.

Fiz ela gozar duas vezes seguidas. Ela mordia os lábios pra não gritar. Logo depois de gozar pela segunda vez ela se levantou e disse:

- Senta aí que agora eu quero esse pau pra mim.

Sentei no sofá e tirei o shorts. Foi um alivio pro meu pau que já tava doendo de tão duro dentro da cueca.

Ela olhou pra ele com um sorriso no rosto e começou a me punhetar enquanto calmamente ia chupando meu saco.

Foi subindo com a língua pelo meu pau até aboncanhá-lo de vez e começar um vai e vem gostoso com a boca.Logo depois me levantei e a segurei pelo cabelo e comecei a meter meu pau na sua boca. Metia tão fundo que as vezes ela até engasgava.

Fiquei enfiando em sua boca por um tempo até percebi que ia gozar...Seguei bem firme sua cabeça e gozei tudinho em sua boca, era tanta porra que escorria pela boca dela. A safada gostou tanto, que depois de limpar meu pau com a língua e engolir tudinho ela disse:

- Que porra gostosa a sua, agora eu quero esse pau dentro de mim.

Atendendo seu pedido, a coloquei deitada no sofá e ergui suas pernas sobre meus ombros. Meu pau nem tinha chegado a amolecer e eu já estava pronto de novo. Comecei a enfiar meu pau levemente em sua bucetinha molhada enquanto olhava em seus olhos.

- Sua peituda gostosa.Você gosta de um pau assim dentro de você é?!Vo te come que nem uma puta.

E ela louca de tesão:

- Enfia tudo logo, me come bem forte.

Enfiei com tudo nela, e comecei um vai e vem frenético. Ficamos assim por um longo tempo até ela gozar. Ela mordia os lábios para não gritar.

Eu tava com o pau dentro dela ainda e eu mandei ela ficar de quatro. Ela se posicionou no sofá de quatro e eu logo comecei a come-lá de novo.

Sá que dessa vez eu tinha aquele cuzinho gostoso virado pra mim. Não pensei duas vezes e comecei a enfiar meu dedo nele. Ela deu um leve gemido ao meu dedo entrar, mas parece que aquilo deixou ela com mais tesão ainda.

Quando percebi que seu cuzinho tinha acostumado com meu dedo ali, tirei meu pau da buceta e comecei a forçar em seu cuzinho. Meu pau tava tão lubrificado de enfiar naquela bucetinha molhada que entrou com facilidade.

Sem brincadeira, acho que fiquei uns 19 minutos comendo aquele cu, até que chegou a minha vez de gozar de novo. Ajoelhei-a em minha frente e me posicionei pra gozar na cara daquela vagabunda.

- Vo goza na sua cara e nesses seus peitos deliciosos sua puta.

Ela pois a língua pra fora e disse:

- Goza gostoso, goza nessa sua puta.

Veio tanta porra que dei um banho nela, vôou porra no cabelo, na boca, no rosto e principalmente naqueles peitões.

Extasiados, nos sentamos no sofá e ficamos uns 5 minutos de olhos fechados curtindo o momento. Ela ali toda esporrada na cara e no corpo. Sá passava na minha cabeça o fato de alguém ter escutado.

Ela foi tomar um banho e eu fui dormir. Quando acordei no dia seguinte ela e seu marido não estavam lá...tinham ido no clube.

Esse fato ocorreu há uns 2 meses e nunca mais vi ela depois disso. Mas sempre fico de olho pela janela esperando uma outra oportunidade para eu comer aquela mulher deliciosa de novo.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos violentada fui putinha na frente do meu namoradocontos eroticos escondidocasa dos contos eroticos/Três é demaiscontos eroticos no acampamentoa puta mulher do meu irmão contos eróticosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouconto gay muleke do cuzinho raspadinhomeu tio me dava a mamadeiraContos erotico menino novinho arrombado no circocontos eroticos madrasta lesbica obrigo eu da u cuconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos gays mamando no mamilotia gozou no meu pau ao lado do primo contovideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadeContos eróticos primo comedor comeu o cu da nanetirando as pregas do cu da joyceContos bdsm sequestradaXvidio mulhes que anda a noiteleitinho do padrinho contos gayGozar nos pés contoContos-esporrei na comida da cegacontos sexo meu marido rebolou na pistolapiça enorme burracha anal contocontos eroticos porno gay mijo amarelocontos em um assalto vorou surubaconto erótico meu padrinho me estuprouvontos eroticos maduras a piça gg do meu sogrouso saia pra ser encoxada no onibuscontos eroticos me comeram feito puta e chingada de vadia e cadelamelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimNovinha e chantageada.contoscontos o patrão me engravidouEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delacontos ajudando minha mae peituda na faxinae foi assim que comeram minha esposaContos gay de professor de musculação dando o cu para dois alunos dotadosconto erotico madura gorda e a submissa ninfetinha e gostosacoroa negra contocontos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elacontos dei o cu e saiu merdacontos eroticos minha enteada me chantageoue menininhascontos eroticos dgayzinho passou rebolando na minha frente contoconto de chorei com a pica grande de um negao no meu cu virgemcontos papai ajudou meu cavali mim fuder e gisar ba bucetacontos eroticos cunhadinha dormindoMinha mulher gosta de mostra a buceta pros meus amigos ai eles comem Ela contos eroticosusei calcinha contosesposa na praia de nudismo passa lama contocontos pornos mamae carinhosavideos de cornos que chuupamConto erotico amo decotescontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeumassage ando a cunhada contocontos eróticos isso bate, bate mais aiii aicontos eroticos comendo o cu da empregada de limpezaconto eróticos extremosjogo de carta em aposta conto incestonora putacontosContos eroticos exibindo para o vizinhoconto erotico bi comendo o cunhado e a irmãcontos eróticos gay médicoscontos suruba inesperada com a esposa e travestigožano na buceta da irmancontos eroticos. esposo duvidou da esposaescurdo bucetona arreganhada foto delasmeu pai e meu tio me comerammachucaram conto gaymarido da mae bolina menina contosconto erotico comeu a amiga da. minha mãe seios gg contos de empregada da vizinhameio das pernas uma pica dava inveja grossura esposaVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhoencoxador no tremcontos gay luta livrecontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetacontos eróticos gay malucoa mulher do meu irmao putinhaa certinha e o zelador conto