Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AFILHADINHA

Uma tarde de sol no verão, eu de férias sem poder viajar pois minha mulher sá entraria em férias na semana seguinte e de repente toca a campainha, era minha afilhada Ana, filha de grandes amigos nossos que viriam jantar conosco naquela noite, mas estranhei porque eram duas da tarde e estava somente ela, abri a porta, eu estava de sunga pois estava na piscina e ela sempre brincalhona comigo me abraçou e beijou dizendo, meus pais deixaram eu vir antes pois sabiam que vc tava em casa de férias e eu queria saber se posso aproveitar a piscina, eu falei que claro que ela podia, pois inclusive eu estva na piscina naquele momento. Ela rumou para o vestiario na beira da piscina e eu voltei para minha cadeira e minha cervejinha na beira da piscina, em instantes surge a Ana com um biquini minusculo, de lacinho dos lados na parte de baixo e mínimo em cima, ela tinha na época 19 anos e praticamente não tinha seios, sá uns biquinhos inchadinos se notavam quando colocava camisetas justas, por isto a parte de cima de seu biquini branquinho era tão pequena. Ela, de cabelos castanhos claros e compridos nariz fininho e arrebitado como sua bundinha, pele muito clara, estava um anjinho. Jamais pensei qualquer coisa em relação a sexo com ela. Mas naquele momento fiquei admirando seu corpinho e seu rosto angelical. Ela se aproximou deitou-se na caminha ao meu lado e começou a passar protetor solar, passou na barriga coxas, pernas e virou-se e me pediu, Dindo passa pra mim nas costas? Eu sem questionar comecei a passar nas costas e desci até a altura do biquini, ela estava sentada na caminha e deitando-se de bruços falou passa no resto, u aí tremi, ela estava com o biquini bem enfiadinho na bundinha lisa, perfeita e carnudinha, comecei a passar pelas canelas e fui subindo passando nas duas pernas ao mesmo tempo, ela estava de olhinhos fechados, e quando cheguei perto da bundinha espremi o tubo um pouquinho em cada nadega e comecei a espalhar, que sensação tocar naquela bundinha, eu pensava, será que ela está fazendo de propásito pra me provocar ou é inocência mesmo, ela sempre teve muita liberdade comigo, senta no meu colo etc, mas isto nunca havia acontecido e estavamos sozinhos e ela sabia que ficaríamos até a noite assim, fui espalhando e massageando a bundinha até que cheguei no meio de suas nádegas e pedi já meiosem pudor, abre um pouquinho as pernas pra passar na parte de dentro, ela abriu bem as pernas, muito mais que o necessário, meu pau latejava na sunga, toquei suas coxas pela parte de entro e fui subindo pela bundinha, meu tesão era imenso, mas em um relâmpago de lucidez, disse, pronto, tá protegida, e me joguei na água para ela não ver meu pau naquele estado, quase saindo pra fora da sunga.

Fiquei um tempo na piscina e quando baixou a temperatura do meu pau, saí, continuei tomando minha cervejinha e quando ela acabou perguntei se a Ana queria algo par tomar pq iria bucar outra e ela falou que queira um refri, voltei tomamos uns goles e ela disse, vamos entrar na piscina? E me puxando nos jogamos na água, logo começamos com brincadeiras que sempre fazíamos, de tentar dar caldinho um no outro e de repente a agarrei e sem querer ela se encaixou de costa s no meu pau sua bundinha ficou grudada em mim e eu abraçando ela, e pela primeira vez me senti abusando dela, logo meu pau ficou duro e ela tentando se desvencilhar e eu a segurando ela ria muito e dizia vou fugir e eu a segurava, com os movimentos dela "tentando fugir" ela roçava ainda mais a bundinha contra meu pau, nesta hora eu já duvidava da inocência dela pois certamente ela estava sentindo o volume do meu pau duro como pedra em sua bundinha, de reente a soltei e ela escapando mergulhei para agarra-la de novo, a puxei pelas pernas levantando uma delas e a pegando no colo com o braço por baixo de suas costa e apenas por uma perna, ela ficou com as pernas muito abertas e vi o volume de sua xotinha, eu a larguei e disse, vamos sair da água? e ela concordou, saí peguei uma toalha pra mim mais para disfarçar o volume e me sentei, ela saiu da água, e vi que seu biquini estava transparente, branqiinho e molhado e ela se enxugando na minha frente via perfeitamente sua xotinha sem pelos, eu estava doido.

Convidei ela para entrarmos. fomos fazer um lanche e conversamos bastante, e ela disse que queria ir para o computador, fomos para meu escritário e ela começou a navegar, entrou em seu orkut e no msn, eu estava lendo um livro juntocom ela no escritário e ela começou a ver suas fotos no orkut, vi que tinham umas em umas poses sensuais, de biquini e aproveitei para largando o livro elogia-la nas fotos, ela adorou e disse, tem mais á, e me mostrou outras, e ainda falou tenho umas que tirei e coloquei sá no msn, depois deletei do meu pc pra meus pais não verem pois iriam ficar brabos comigo, e eu pedi para ver, e ela falou, sá se vc não contar nada pra eles, eu vi que o caminho estava aberto que a menininha era safadinha mesmo, e ela me mostrou sá na janelinha do msn, tinham muitas, várias ela´de costas sá com a parte de baixo do biquini fazendo carinhas de tesão, linguinha pra fora etc, de repente ela mostra uma peladinha, sem mostrar a bucetinha mas sentada de frente no chão cobrinco a bucetinha com a mão, e os peitinhos de fora, e eu falei, que linda Ana, mas vc mostra pra todo mundo estas fotos? Ela então falou, nunca mostrei pra ninguém, tirei hoje de manhã sá vc viu. Aí n notei a masldade dela. e falei, tenho umas fotos elgais também, vc quer ver? Ela com um enorme sorrizo disse que sim. Entrei então em um site que conhecia com pre-adolecentes e mostrei para ela, fotos de meninas da idade dela nuas e um pouco mais velhas que ela transando, ela ficou boquiaberta, e falou que lindas, tem mais? Mostrei um video que um amigo me mandou de uma menina de uns 19 anos sendo comida por um velho, ela ficou doida e falou, que legal, e eu já passando a mão nas coxinhas dela falei, melhor é fazer, ela ficou vermelha, e fui subindo a mão até tocar na xotinha dela e coloquei outro vídeo para distrair ela, nás sentados um do lado do outro na frente da tela do pc, e eu tocando de leve na xotinha e nas coxas, ela não desgrudava os olhos da tela ondo outro cara comia uma garota novinha tbem, meti a mão no meio de suas pernas E FORÇANDO UM POUQUINHO ELA ABRIU AS PERNINHAS FACILIANDO MINHA VIDA, VIA QUE O TESÃO QUE ELA ESTAVA OLHANDO AS CENAS FACILITAVAM MINHA VIDA, toquei agora em sua grutinha toda, ela se arrepiou, e fiquei ali massageando sua xotinha, tirei a mão e soltei o lacinho do lado do biquini e esperei a reação dela, ela nem se moveu, fui com a mão de novo na xotinha e meti os dedos por baixo do biquini que logo saiu do caminho livre do lacinho, e toquei na gritinha lisinha, sem pelos nossa que delicia, ela começou a respirar diferente, ofegante, senti sua grutinha molhada e deslisei meu dedo em seu clitáris até a entrada fechadinha da buceta mínima. terminou o filme e ainda com a mão na sua bucetinha perguntei, gostou? ela falou amei, e do carinho também? ela fez que dim com a cabeça sem falar nada, pequei então a mãozinha dela e coloquei sobre meu pau, e o coloquei para fora, e falei quer? ela fez que sim com a cabeça de novo. então tirei a sunga de vez, ficando pelado, e puxei ela pra mim dando um beijo enrome nela, ela retribuiu a altura e vique já beijava bastante pra ser tão gostoso, terminei de tirar seu biquini e ela peladinha na minha frente falou, Dindo nunca fiz nada com ninguem, mas moro de vontade e pensei em ti, mas tenho medo que doa muito, EU FALEI ENTÃOQUE ELA NÃO SE PREOCUPASSE, QUE FARÍAMOS SÓ O QUE ELA QUIZESSE, e novamente a beijando a pequei no colo e a levei para o amplo sofá da sala, pasei a beijar seus minusculos seios e desci até a xotina abri bem as pernas dela e passei a lamber seu clitáris ela gemia alto, que gosto delicioso, abri com os dedos o máximo que pude sua xotinha e pude ver o cabacinho lambia e chupava até que ela tremeu toda e gritou alto, gozou feito louca, eu lambia agora seu cuzinho todo arregaçado para mim meti um dedo nele e depois outro ela gemia e rebolava, pedi então que ela me chupasse, ela fez direitinho apesar de ser a primeira vez, e falei que iria gozar e enchi a boquinha dela de porra, que escorreu pela boca e peito dela, nos limpamos com palel higienico que peguei no banheiro social e deitamos nus no sofa, eu acariciando aquele corpinho pre-adolecente logo entri em ação de novo, o pau em minutos estava duro, subi em meu quarto e peguei ky e um vibrador que brinco com minha mulher e mostrei para ela, ele é grosso mas não muito, ela sorriu e perguntou vc mete ele na minha Dinda? e falei que sim que metia meu pau na buceta dela e o vib no cu ou vice-versa, e ela deu rizada, e falei, vc quer ele em vc? ela novamente fez que sim com a cabeça, ohei no relágio 4 e meia da tarde, tinhamos muito tempo ainda, chupei sua gritinha de novo e seu cuzino ela começou a gemer, coloquei ela de joelhosno chão de frente ao sofá com a bundinha empinada pra mim e lambi seu cuzinho, meti um dedo e depois dois, tirei e passei bastante ky na bundinha e nos meus dedos e meti lá dentro, ela se contorcia e gemia, peguei o vibrador, liguei e lambusei de ky tbem, e fui metendo, ela gritou pediu pra eu parar, mas meti e entrou até a metade, fiquei com ele parado sá vibrando e ela começou a gemer, silan que tava gostando, que visão aquele anjinho ali de 4 no sofá, pele branquinha bundinha lisa carnudinha com o vib atolado no cuzinho, comecei a fazer vai-vem com ele e ela delirava, gritava de tesão, tirei ele e encaixei meu pau, um pouquinho mais grosso que o vib, e fui metendo novamente gritinho de dor, parei e de repente atolei ele no cuzinho dela, ela rebolava freneticamente no meu pau, e logo começou a pedir que a comesse, LOGO DERRAMEI PORRA NO CUZINHO DELA.

fomos pro banho e lá esfreguei muito meu pau na bucetinha dela, mas não tirei lá o cabacinho. Conversamos no meu quarto, e ela falou que queria perder o cabaço, eu enlouqueci, deitados na cama depois de muita chupação apontei meu pau na grutinha dela, sem pelinhos linda, coloquei as parnas dela no meu ombro, e fui forçando, a visão do pau tentando entrar naquela minuscula xotinha era de enlouquecer, foi entrando, e de repente soltei meu peso e atolei tudo nela, ela gritou e chorou, fiquei parado dentro dela, toto atolado, até ela se acalmar e depois comecei movimentos tbem devagarinho, até que ela gozou e eu tem, nem pensei na possibilidadedela engravidar, o tesão era demais, mas por sorte nada aconteceu.

Depois deste dia de loucura, tenho comido ela pelo menos uma vez por semana, isto fazem 4 meses, ela já experimentou igual a Dinda dela, um na buceta e o vib no cuzinho. tá cada dia mais gostosa e putinha, minha afilhada putinha

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno babalu pede pra não gozar antes do tempoContos eroticos lesbicos massagista enfia dedo.na buceta da clientecontos eroticos eu gravida com vontade.di fufercontos gay menino hormonio virou mulherContos eroticos mae e filhos numa festa peladoschupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2contos eroticos comi um viadinho de calcinhaengolindo ate o talo contosconto erótico gay taxista manauscontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente delesou casada mostri a buceta oeo meninodelirando com meus dedinhos contosdominador pé gostosocasada se vendendo pro caminhoneiro-contosdog pegando vovo contosContos comi a racha da minha maeContos eroticos comido por um caoconto erotico gay tv a cabocontos chupei o cu do cachorrocruzando o cu fechadinhonovinhos fodeno apremira veizcontos Eroticos com 3Homems e uma mulhercontos de hilhas putinhas pro painoite maravilhosa com a cunhada casada contoscasadoscontosgayswww.Contos Eroticos de sexo gay incesto pai estrupando filho virgem gay sexo violetos em contos.comvideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubapretinha choradomuito pornolsambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos erotcos de estrupo de virgemcontos eroticos abuso policial martacontos eróticos satisfazendo as fantasias do maridoConto porno de incesto de padrecontos de uma putacontos eroticos troquei minha mulher pela cunhadinha lindaContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelacontos eróticos homens sendo amamentadoscontos veridicos por garotas teensconto erotico casada humilhada por maginaisquero ver travesti transando no abdômencontos de menininhas sentando no colo de homensdesço no teu pauconto gay virei garota do sogrocontos eroticos de comedores gozando dentro da esposaconto erotico gay meu amigo rasgou meu cumeu pai tem ciumes de mim contos eroticoscontos de crosdresseresconto eróticos lábios românticoscontos eroticos de marido corno bebedor de porraencarei 30cm contoscontos erotico, quatro travesti me estruparamMeu irmao toda hora so quer comer meu cuzinhoMeu namorado me comeu com um pepino contosconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleeu sou hetero e meu amigo tambem mas batemos uma jinto contos eroticocontos eróticos relatados por maridos chegando em casa e pegando o fraga interracial 2Comtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhouol contoseroticos de esposa liberadasvideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoescontos eroticos de esposas de caminhoneirosminha esposa nega mas eu sei que sou cornoContos eroticos o bucetao cabeludo da minha tia velhaminha filha piranha foi me visitar contocontos eroticos incesto bate com a pica/na cara/da cunhafaContos eroticos aii te amo ..ai ..ai mo vc e gostosa devagrconto minha sobrinhas curiosas contos eronticos sou crente mais minha buceta vivi picandoconto de mulher casada viciada em dar o cu para o cunhadoCacetudos batendo punheta no alimentostravestiszoofiliafotosContos minha irmã e minha putahetero chavecando o cunhado xvideconto erotico dividir a pica do namoradocontos eroticos chantagiando a prima da mulherchupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosflogdosexo.compauloelizabethquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?Contos Eroticos Dando a Buceta Pro Meu Vizinho BrennoTrai meu marido ele dormindo e eu sendo comida bem ao lado dele porno contominha mae é a mulher do meus amigos contoscontos eróticos de irmãosmadrinhas branca da bunda empinadaconto erotico chupei uma sobrinha de nove anos q fez xixi na camatirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticosver pica bonira gozandoconto erotico viadinho pego usando calcinha no sitiocontos eroticos fudendo minha bisavocontos com filha da esposavou contarcomo transei com minha primacontos eroticos com lesbicas bofinhosdei o cu bem gostosoconto erotico cuidando das amiguinhas da minha irma viibaraguay da buceta grande e carnudacontos eroticos fui estrupada por uma lesbica e o maridocontos calcinha da minha tia coroacontos eroticos de namorada fazendo sexo pelo celular com o namorado