Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEX SHOP E GLORY HOLE

Sempre tive curiosidade em conhecer um sex shop, ainda mais depois que descobri que possuíam cabines que passavam vídeos eráticos e alguns ainda possuíam “glory holes”, aqueles buracos na parede das cabines que despertaram minha curiosidade na hora, pois já tinha visto em vários vídeos pela internet.

Como estava difícil ter coragem para entrar num desses e experimentar a sensação fiquei adiando a idéia até que em um final de ano num almoço com amigos de trabalho regado a cerveja esperei todos irem embora e fui num sex shop que fica na Rua Álvaro Alvim. Como já tinha obtido umas informações pela internet, sabia que tinha que comprar umas fichas para ver os filmes nas cabines.

Comprei as fichas e entrei por uma porta na parte de trás da loja, onde já tinham aquele cheiro de perversão no ar. Fui andando e vi várias cabines com filmes eráticos e caras dentro se masturbando, mas nenhuma com os “glory holes”. Vi uma escada e subi para o segundo andar e notei que era lá que a ação acontecia. Várias cabines, muitas com os buracos na parede e vários caras se exibindo dentro e fora das cabines.

Passei por um local escuro que parecia o “dark room” e logo depois um cara de rola dura pra fora balançando para todos que passavam, aproveitei para ar uma segurada e entrar logo no clima. Na primeira cabine com “glory hole” que encontrei vazia eu entrei e passei o trinco. Coloquei uma ficha para ver um filme erático esperando o que aconteceria . Não demorou muito para ficar de pau duro e logo depois dois dedos negros apareceram no buraco a minha esquerda para em seguida colocar a lingua, esperando meu práximo movimento.

Não me fiz de rogado e coloquei a rola no buraco para mamada. A chupada foi gostosa, uma boca carnuda e quente me sugando e a excitação de não saber quem era sá aumentava o tesão. Depois de ceder as vontades do vizinho de cabine abaixei e coloquei a boca para que ele retribuísse, o que fez tão logo minha boca apareceu no buraco. Era uma rola negra, com a cabeça vermelha e pulsando de tesão chupei gostoso como sempre faço e sá ouvia os gemidos de prazer. Quando estava no ápice do boquete ele tirou a rola e achei que não tinha agradado, mas segundos depois ele falou pelo buraco: “Vem me mamar aqui”. Concordei sem nem pensar em quem estava lá.

Entrei na cabine ao lado e nem reparei como era o macho ao lado, sá lembro que era negro e estava sentado na cadeira. Ajoelhei e continuei o trabalho que tinha sido interrompido. Cada gemido e fala dele sá aumentava meu tesão e chupava com mais gosto. Sá ouvia ele dizendo: “Que delícia”, “Que boca deliciosa” e “Continua chupando safado”. Quando sentia a piroca do negão pulsar cada vez mais, olhei para o lado e vi no buraco da cabine o meu sonho de consumo: uma rola cabeçuda e vermelha, com a cabeçona bem maior que o talo, tipo um cogumelo. Não me fiz de rogado caí de boca largando o negão de pau duro. Enquanto engolia com vontade o cabeção o negão roçava na minha cara pedindo mais de minha boca. Aí o cara ao lado resolver entrar na festa, saiu da cabine ao lado e entrou na nossa. Quando vi a cara dele, vi que era feio, mas o pensamento durou poucos segundos porque ao olhar para baixo vi o cabeção babando querendo minha boca. Coloquei ele para dentro me ajoelhei e comecei a mamar de novo desta vez me revezando entre o cabeção a rola negra. Sugava um com força ia pro outro e aquele que não estava sendo chupado ou roçava na minha cara ou me masturbava.

Até que quando estava chupando o cabeçudo o negão esporrou na minha cara, jogando todo o leite no meu rosto. Excitado com a cena o cabeçudo segurou com força minha cabeça de encontro com seu pau e disse” Já que tá com a cara cheia de porra, vai receber a minha na boca”. Não deu nem tempo de tirar a cabeça, pois logo depois senti o esguicho de porra na minha garganta, bem quentinho e gostoso, mas estava quase engasgando com tanta porra quando ele tirou e roçou o resto na minha cara.

Os dois saíram da cabine me deixando cheio de porra na cara e boca, quando reparei que o chão tinha muita porra. Foi aí que me dei conta gozei de tesão sem que nenhum dos dois me tocasse.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos esfregaçãocontos erótico menininha no orfanatoContos de leitores reais swingnetinha alizada pornodoidowww.comxvidio.br movinha do recife chupa rola fato realfotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarconto porno gay cinemagabriel o hetero proibido conto eroticos gaycontos eroticos trave x hcontos de encoxada em mulheres passivascomi minha mae na varanda contoscontos. senti o pau do meu pai na minha bundaRelato de mulher tenho tesão em executivo de pau duro na calça do ternoconto gay hetero em exame de prostatacontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eróticos enteada me provoca eu goza dentroprima perguntou se eu era virgemcontos trai com meu inquilinoContos eroticos meu papai safado me comeu no meu quartosou crente casada mais sou putameu primo e minha amiga contos eróticosConto Erotico Sou Morena A Gostosona Da Favela E Dei Minha Xana Pra Um Branco Do Pau GrandeContos era feio mas tinha um pênis descomunalcontos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulherconto erótico peguie minha mãe no flacra tocando siririca lésbicascontos eroticos de greluda oferecendo a buceta vigialer contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada por dotadosContos eroticos pai espretado filha a tomar o banhovisinha casada o novinho contos com fotosconto erotico doce bruninha novinha no coloconto ela voltava toda meladacontos eróticos i****** ensinei meu filho aleijadocontos eróticos marido cornocontos de cú de ladraconto de cunhada depilando o cu para levar varacontos de mototaxista e gaycontos sexo pai chupa cona da filha cheia de porraTennis zelenograd contoenpurou no cu so para ve o gritocontos enrabado na saunasexo velho gozando dentro da menina de quise ano e gosanodentrogaroto.burrinha.zoofilia.contocontos de casados que ama ser viados de fio dentalconto sexo amigo do meu marido 2Minha bucetinha não aguentaria aquela grossura todacontos eroticos gozando no cu da coroaEngolindo a piroca do irmozinho contoseroticoscontos de afilhada da vizinhacontos gays meu cuzinho me chamava de festachiquinha arrombada contos porngabriel o hetero proibido conto eroticos gayContos eróticos curraram a mamae no onibus lotadoenrabada no intercambio contosescrabas q fodemconosco toma a porra de. macho na. bucetarelato de corno que deu a esposa para o cunhadominha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.Contos eroticos das periferiasgostoza mastruba aloprado fas ele gozar xvidiocontos eu e minhas amigas seduzimos meu paicontos novinha rabuda deu p paiconto erotico quando era pequenaeu punhetei um estranhopeguei minha sobrinha do interior matutinhavi meu padrasto pegando a minha mãe e eu gostei muito sou gayCasa dos contos zoofilia o cao que gostava de ser cadelaEvangélica safada ContosEróticospornô.com eu quero vem pica de cinicomequero seducir minha sogar para fudelaconto erotico com a diretora da escola