Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRO ESCRAVO DO MEU HARÉM

Esse é outro relato. É importante reler o replay da minha apresentação: meu nome é Alfredo e sou mestre-de-obras. Costumo fazer reformas em apartamentos, e às vezes o serviço exige que eu contrate dois ou três ajudantes. Recentemente fechei uma grande obra num apartamento em Botafogo. O dono é coroa cinquentão, jovial, feio simpático, não mais do que 1m50, gordinho, tipo parrudinho, com uns 84kg, e bundudo (86cm de quadril, cuzinho liso, empinado e guloso). Embora não seja afeminado, sua bunda me chamou a atenção. Meus peões trabalharam um mês e duas semanas no apê. Era obra para apenas três semanas, mas Mayron como se chama nosso cliente, deu mole para os negões e o trabalho era constantemente interrompido para sessões de suruba. Lobo, um dos pedreiros, se autodenominou dono da "baixinha" como ele passou a chamar o viado e me ofereceu para comê-lo. Não misturo trabalho com prazer... Mas pelas sessões de fodas que eu assisti, percebi que Mayron podia servir aos meus instintos de macho dominador. A obra acabou e eu esperei a oportunidade para então tirar um pouco de prazer da boca gulosa daquele viado e do seu cu pidão.



Depois da introdução, agora como se deu minha participação: Tinha parcelado o trabalho em tres prestações e a última seria um mês depois do trabalho pronto. Fui receber, como combinado, num sábado. Dez horas, o porteiro me anunciou e subi para o apartamento de Mayron. Ele me recebeu, como sempre de sunga, mostrando seus pneuzinhos e disse que se eu quisesse beber uma cerveja enquanto ele tomava banho era sá pegar na geladeira. Eu já conhecia a rotina. Frequentara a casa durante as seis semanas das obras que fiz com meus peões. Antes de entrar no banheiro, ele foi no quarto e voltou com um envelope com o pagamento em espécie. "Enquanto Vc confere, eu tomo um banho rapidinho", disse o viadinho. Tava tudo certo, guardei o dinheiro, fiquei bebendo tranquilamente uma cerveja e arquitetando agora realizar meu plano. Fazer o viado ser minha escrava sexual... Sabia que sá precisaria fudê-lo bem fudido, viciá-lo no meu caralho, para ele fazer tudo que eu quisesse... Tenho o maior prazer em cafetizar uma puta, um viado...mas meu prazer mesmo é ganhar dinheiro com eles botando para trabalharem pra mim... Não sabia se Mayron era submisso o suficiente para conseguir dominá-lo para me servir... sei que se eu cobrasse pra comer seu cu e para botá-lo para mamar eu teria uma grana...mas grana assim não interessava aos meus instintos de dominadorcafetão...o importante pra mim é dominar e prostituir uma mulher ou homem... o maior desafiou era que Mayron é coroa, feio e gordinho...além de seviciá-lo, teria de fazer ele virar fonte de renda para meu prazer...



Quando saiu do banho, veio sentar-se comigo na sala já trazendo outra cerveja e mais um copo... Me encarou e disse: "Sá Vc não quis me fuder, né?!" Não curte coroa, ou não curtiu meu corpo?! Sorri e respondi.,. "Nada disso, apenas não misturo sacanagem com trabalho".... Isto quer dizer que Vc gostaria de me fuder? falou já colocando a mão na minha perna,,,procurando alcançar meu caralho, que já estava se manifestando...O viadinho estava de roupão, completamente nu por baixo, como pude ver depois... e quando sua mão alcançou meu caralho, este sinalizou interesse ficando rígido...Mayron não esperou, se ajoelhou entre minhas pérnas, abriu a bargilha e meu caralho soltou pra fora cheio de tesão pra dar.... Não é pra me gabar não, mas tenho uma rola indispensavel ... grande, grossa e cabeçuda...são 23 cm de músculos tesos e cheio veias salientes, pura virilidade...Os olhos do coroa brilharam de felicidade... Foi logo caindo de boca como uma puta alucinada.... Comecei a ter total certeza que minhas intenções seriam satisfeitas...deixei o viadinho mamar a vontade...ele se deliciava como se chupasse um picolé... me segurei para não gozar logo,...comandando a mamada de maneira que ele lambesse de cabo a rabo, já que seria impossivel ele engolir toda minha enorme caceta..dez minutos depois, já pronto para gozar, direcionei sua boca para a cabeçorra e segurei firme seu rosto e comecei a ter leves espasmos de prazer, enchendo a boca do viado de porra,... firmei seu rosto até jogar completamente todo o leite contido no meu caralho...para que Mayron soubesse exatamente como eu gosto de minhas escravas ajam...isto é, engulam todo o leito do meu caralho...detesto desperdício de um produto tão precioso...o viado se engasgou mas encarou firme,até eu lentamente liberá-lo...aí, seu instinto de fêmea concluiu o resto...engoliu todinho, limpou meu caralho olhando nos meus olhos...e falou "que mamadeira gostosa...



A baixinha tirou o roupão...ficou peladinha, com sua barriginha de cerva avantajada, seus pneuzinhos, e seus peitinhos salientes...os maminhos estavam duros de tão inchados... o bumbum arredondado de tanto tesão...vi que ele já estava pensando em encaixar o rabo no meu caralho...trepando como se estivesse montando num cavalo... antes que ele sentasse no meu pau, dei um tapão na cara, que o viado caiu esticado no tapete da sala..."Olha, viadão...fica sabendo que ninguem senta no meu caralho sem pedir autorização?! Sua vadia, vagabunda...falei alto e firme... Tem umas coisinhas que Você vai precisar fazer para entrar para meu harém de escravas... falei já me esticando até ele, pegando pelos cabelos e puxando-o até entre minhas pernas... cara a cara com meu caralho...eu disse pede desculpe para meu caralho por não ter pedido licença pra sentar nele, falei e emendei outro tapa na cara do viado..."desculpa...falou timidamente,,,com a voz embargada...quase chorando..."Diz desculpa meu amor"..esse caralho agora é o teu "amor", sá quero que se refira a ele como "meu amor"... e se refira a mim, como "meu dono"... agora eu sou teu dono e meu caralho é o teu amor...nenhum de nás quer ser contrariado, viu sua rameira?! Dei mais uma bofetada na cara de Mayron para ele não ter dúvidas que agora era nosso...



Agora que estamos entendidos, quero que fique sabendo as regras do teu dono e do teu amor, viu?! Entendeu, ou não entendeu?! Sim, meu dono, sim meu macho...respondeu choromingando o viado... Não havia humilhação da minha parte, porque viado submisso gosta de ser tratado assim...na porrada, na leitada e na pirocada... Mayron era o tipo de viado com alma de fêmea, desejos de mulher e instinto de puta....átimo para ser dominado e cafetizado...Já tinha leitado o viadinho, já tinha dado umas bofetadas que ele bem mereceu, mas para levar pirocada do "amor" dele,...ele precisava cumprir uma regra indispensável, "botar o cu na pista e faturar para seu cafetão"... Para facilitar, eu já tenho alguns conhecidos, machos casados, que não podem se expor e que adoram comer um cu de viado, mas precisam de discrição...isso tudo tem um preço... Ciente disso, avisei ao viadinho que durante a semana, iria mandar uns viciados em cu para fudê-lo... Seriam cinco clientes e cinco noitadas, no sábado eu viria receber a féria e lhe premiar ... aí, ele teria direito de usufruir das delicias do seu "amor"... iria sentar, rebolar e cavalgar feito puta no caralho do seu dono...e ainda ia levar muita bofetada e leitada na cara.... também estabeleci que colocaria uma câmara para filmar as fodas para a gente comercializar e colocar na Internet... Vi que Mayron ficou meio desiludido por não ter sido arrombado naquele dia...mas ao mesmo tempo percebi que ele faria tudo, como deve fazer um escravo sexual, para ter seu prêmio.... Sá um detalhe, tenho três escravas bonitas e sá estava faltando um viado para oferecer uma opção para atender esses conhecidos...lágico que eles não pagam a foda, eles contribuem para as despesas eventuais, e acabam sempre bonificando minhas escravas, como certamente farão com Mayron, o que é suficiente para me dar o prazer ser de ser cafetão e dono deles...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gang bang com papai e amigoscontos erótico menininha na trilha gay novinho e o pepino/contos eroticosUm tubinho uma menina virgem pode aplicar com ele dentro do burraquinho da vagina ou nao?irma feiz sexo comigo eu gozei na boca delacontos de mulheres casadas com travesti na camameninha fata zofolia buntuda sexoconto de mamae de calcinha na sofacontos trazei com a amiguinha da minha filha dormindocontos eroticos fetiches. suzane deu pro paiporno gay interracial com macaquinho gulosocacetudo me enrabou contosmulherdechortinhocurtocontos minha filha viciada em porracabelos lisos ate na bunda de dar invejaContos eroticos fui corno na festacontos eróticos sexo no carnavalFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contoscontos corninho obrigado a usar calcinhaadoro ser fodida com força. conto eroticoFesta da buceta em lagoa da pratacontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendaespiando minha tia safada.htmlSobrinhas do prazer contosfiquei de pau duro quando mi.ha esposafiquei com o marido de minha amiga com aprovação dela contos.eroticoscontos eroticos casada e o farmaceitico negaoconto erotico enteada brincadocontos eróticos de incesto minha mae no meu colocontos achei uma inpregadinhaMe comeram ao lado do meu namoradosexo que jamais imaginei contosconto erótico minha esposa caiu na ciladaContos.eroticos.enfiando.cu.da.maecontos eroticos de casadas traindo com sogrovai me arrombarContos meu filho pauzudo me comeu dormindocontos esposa no baralhocontos eroticos fui estrupada por uma lesbica e o maridocontos gay com moto táxiEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticocontos de bundas gigantes de vestidosSou casada mas bebi porro de outra cara contosvirgem tendo um orgasmo contos eroticoszoofilia negao comenorme pau deixando putia loucaContos meu sogro arrombou minha bundacontos eroticos comi toda a familiacontos erticos de ninfetascontos-meu cuzinho contraindo no teu paucontos eróticos insertos tiacontoseroticosdecalcinhacontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meumeu padrasto meu donocontos eroticos primeiro orgasmo colo do meu padrinhowww.contopadrinho.comcomi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavaminha mulher de fio dental num posto de gasolina eu confessobrincadeiras no escurinho conto eroticocasa dos contos eroticos mae dando pro filho novinhocontos eroticos teens puteirocontos de bichinha dando pra negaovelho peludo safado contos eroticosencoxei minha tia peituda (contos).Meu primo volume grosso enorme novinho contoconto sogra nudistacontos chupei o cu do cachorrocontos eroticos eu e mamãe putas do capatazContos na lua de mel o corno lambeu[email protected]contos eroticos o muleque comeu meu rabocontos eroticos novinha coroa ricoConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elahistorias eroticas de amigo hetero e como eu fiz pra pegar eleconto comi minha sobrinha no resgyardocontos eroticos meu amigo e minha mãemeu marido comeu nossa filhagozanodeto familha ponovideo sexi coiada esticada de manhã cedopunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyacontos eroticos dava balas e comia cu do pivetecontos gay o hetero sentou no meu colo na viagemcontos esposa evangélica e cunhadacleide chupou ate gozarfoto pirozaoConto eurotico ccbconto real espiando no buraco casal sexo chacaracontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasmamae beija filhinha contosContos eu e minha amiga demos a buceta e o cu pro cavalocontos eroticos corno oferecendo namoradafudendo com a benga do vovô contosEmpregada Triscando no meu pau contocasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticosconto erotico cadei e virei mulher e escrava ds minha esposa