Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEPOIS DE 33 ANOS ACONTECEU.

Click to Download this video!

Bem, o relato que estou passando aqui é verdadeiro. Tudo começou quando eu tinha meus 19 anos. Eu era branquinho, pois tomava pouco sol, muito lisinho e o que mais chamava a atenção, era minha bunda grande e arrebitada, que dificilmente escapava de umas encoxadas de meus poucos amigos. Até ai tudo bem, pois não passava de brincadeiras de crianças, mas o fato que realmente marcou, foi quando fui trabalhar em regime de meio periodo (parte da tarde) em uma quitanda. O dono deste estabelecimento, vou chama-lo de Breno, tinha 37 anos, casado, bonito, e nessa epoca sua esposa estava gravida. Nos primeiros dias de trabalho foi tudo tranquilo, pegamos bastante amizade, e começamos a ter mais intimidade. Como trabalhavamos quase sempre atraz do balcão, e devido ao pouco espaço, era comum ele estar sempre me encoxando, o que me dava muito tezão, pois sentia sempre seu pau bastante duro. Passados mais alguns dias, ele me confidenciou que estava louco de tezão, pois sua esposa não passava bem e que já não transava com ela a tempos, e me pediu se eu não poderia "quebrar seu galho", pois já havia notado que eu gostava quando se esfregava em mim. Perguntei como poderia fazer, pois era virgem, já que nunca tinha dado para ninguem. Ele me disse que tambem não iria me comer, apesar da vontade, pois seu pau era grande (23 x 8) e não queria correr o risco. O que ele queria, era que quando em serviço eu usasse uma calcinha vermelha que ele me entregou, que sentasse em seu colo, que o punhetasse e chupasse seu pau. Assim começamos nossas brincadeiras, e muitas vezes enquanto ele recebia o dinheiro de algum fregues, eu abaixado atraz do balcão estava lambendo a cabeça daquele belo membro, e durante os meses que ali trabalhei, o fazia gosar umas duas vezes ao dia, e mesmo tentando por varias vezes que ele me comesse, ele não quiz.

Acabei saindo do emprego, mudei de cidade, nunca mais me envolvi com ninguem. Casei, fiquei junto de minha esposa por 25 anos, mas acabamos nos separando. Voltei para minha cidade natal depois de 33 anos de ausencia, e um dia por obra do destino acabei encontrando o Breno, agora já com 70 anos, viuvo, mais ainda bem conservado. Conversamos bastante, e acabamos recordando o passado, e confesso meu tezão voltou a tona. Como ele estava viuvo, sugeri que poderia "quebrar seu galho" novamente, pois estava com 47 anos, continuava em forma, bunda ainda bastante bonita e virgem. Ele me deu seu endereço, e pediu para que eu fosse em sua casa naquela noite. Quando lá cheguei, ele pediu-me que fosse em seu quarto, pois em cima da cama havia um presente, e que era para eu usa-lo.

Fui ao quarto, e lá estava uma tanguinha vermelha e uma camisolinha branca, uma peruca loira, baton vermelho e um par de tamancos. Vesti-me, e quando estava pronto o chamei. Ele veio e estava usando uma cueca transparente, que realçava bem o tamanho de seu pau, que ao me ver começou a dar sinais de vida. Pediu-me que desfila-se um pouco para ele, depois veio encostou aquele belo membro em minha sedenta bunda, esfregou-se bastante e pediu-me para chupa-lo um pouco, pois queria matar a saudade.

Depois nos deitamos na cama, e apás muitas caricias, ele pediu-me para ficar de quatro, pois iria realizar nosso desejo de mais de 30 anos de espera. Ele afastou um lado da tanquinha, deixando meu cuzinho ainda virgem esposto, passou bastante KY, e delicadamente foi introduzindo seu magnifico pau em meu cuzinho até então virgem. Com muito carinho foi colocando e tirando, e devido meu tezão estar a flor da pele, confesso que praticamente não doeu quando finalmente ele colocou tudo. Começamos num vai e vem devagar e cadenciado, eu procurando arrebitar o maximo possivel a bunda, mexendo bastante para dar e receber o maior prazer possivel. Os mais de 30 anos de espera, foram compensados com uma gostosa gozada, que deixou meu cu arronbado e cheio de esperma. Nessa madrugada, ele ainda me comeu mais uma vez.

Hoje estou com 54 anos e meu Breno com 77 anos, mas ainda mostra quase a mesma vitalidade, pois me come pelo menos 5 vezes por semana.

Desculpem se o texto foi longo, mas procurei resumir o maximo. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui iniciada em zoofilia desde pequenaas travestir mais bonitas e gostoza en imaje que se movimentasofrendo no boquete contos eroticosbrincadeiras excitantes contos eroticostive meu cú penetrando na infânciacontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãoputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaicontos de homens relatando sobre o crescimento do pênisconto gosto de usar roupas femininascontos erótico a coleguinha da minha irmãconto erótico denyro da piscinacontos dei pro meu genroConto Erótico Primas putasporno novinha pijama acorda com pinto na bocalevando minha sobrinha pra escola acabei comendi contosrelatos eroticos minha mulher me traiu e me contou adoreirelato erotico casada e amiga pau de borrachawww.mulher linda fazendo carinho pro cavaloficar de pau durocontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornopai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadoas rola de pratigo na bucetacontos eroticos zt i: blackmailconto eróticos zoofilia estrupei cadelarelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssContos eroticos homens estuprano gravidasCasada voltou bebada e sem calcinha em casa contosrabinho da putinha de nove aninhos com vontade de fude contos eroticosContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandecontos de casadas que se entregam a outro homemmaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticoscontos colega de futebol pediu pra comer me cuzinhoContos o comedor da madrugada do soniferocontos eroticos madrasta empurra dedo nu meu cumulher enrabada no banheiro femiininoprima comeuela gravidacontos velho comendo novinha casadaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos eroticos sadomasoquismo com putascontos minha mae baixinha gostosacconto erotico de netinho decinco anosporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com elerelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasConto gay comendo a porquinha zoofiliacontos erotico meu pai e meu tio armaram pra fuder eu e minha primaconto erotico amiguinho do meu filhocontos eróticos sou casada e trai o marido com negão africanoContos comendo a surdacontos eroticos de enteadasminha tia perguntou se eu tava de pau duro - contos eroticoscachorros rendidos gozando pornocontos cu da minha prima escondido no paiolconto uma viagem muito gostosacontos eroticos - alta grandona bundudatia travesti contosestuprado pelo pai na infancia gay contocrentes da c c b,dando o cu,contosa primeira vez que comi meu amigoconto de marido e esposa e velhobaixinha de 1m 60 porno boa fodavidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delacontos de sexo chupadasmulher casada e evangelica dando o cu,contos sexcontos eroticos eu e mamãe putas do capatazcontos eroticos sogra de 65anosConto porno de estuprada por pai da mim amigavídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindacontos de rasgando o cu da babamenina sapeca esperou a tia sai e foi bulina com o tiocusudalesbicacontos eróticos mulheres p****contos eroticos: menininhas virgens chantageadasconto erotico deixando minha esposa ajudar meu sogroContos eroticos violento seioscontos erotecos de esposa de espartilho no metroconto bundao hiper carnudoconto erotico eu e sil sua mae meu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contomeu genro comeu meu cu e me dominou contos gayv¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?esposa trai o esposo com mulato de 1:90deixando um corno manso contoscomi minha criada boazudacontos duas putinhas chorando na vara