Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O METRO DE NOSSA VIDA

O METRO DE NOSSAS VIDAS....

Já escrevi sobre a nossa aventura com o amigo Léo. Volto a escrever sobre eu e a Nanda.

Outro dia Nanda chegou em casa dizendo que o metro estava super lotado, que não podia nem se mexer, estava amarrotada. Contou então que naquele aperto um homem ficou colado por trás dela prensando-a contra o cano onde se segurava. Em dado momento ela sentiu uma pressão mais forte e que o cara estava de pau duro forçando o contato. Pensou em reclamar mas algo a segurou. Como estava cheio demais deixou ficar. Cada um que passava para descer ou subindo fazia com que ele a apertasse mais. Ela começou a gostar da brincadeira e também se mexia contra o pau do cara. Em dado momento passou a mão atrás e teve certeza da rola dele dura. Sabendo que outras pessoas estavam em volta deles e não percebiam nada ela deixou a mão e passou a acariciar a rola dele por cima da calça até que ele desceu na estação. Disse que ficou molhadinha e chegou a gozar. Disse também que tem certeza que o cara também gozou nas calças. Nessa noite ela gozou muito pensando nele.

Por coincidência nosso amigo Léo (aquele que transou com ela e depois ela fugiu de outras aventuras) ligou dizendo que viria a São Paulo e o convidei para ficar em casa. Quando contei a Nanda dizendo que ela poderia reviver aquele momento do passado ela ficou brava mas depois vi que se excitou com a idéia. Não deu outra. Quando Léo chegou vi em seus olhos o tesão despertar. Como percebi que aquele dia no metro foi muito especial para ela a abracei por trás quando estávamos na cozinha e comecei a me mexer junto a sua bunda já com meu pau duro dizendo “que tal o Léo fazer o papel do cara do metro”. Ela se arrepiou toda.

Apás o jantar enquanto Nanda estava cuidando da cozinha contei ao Léo a aventura dela e pedi para ele ir lá a abraçar por trás dizendo que é o cara do metro. Fui atrás, ela se assustou quando Léo a abraçou prensando-a contra a pia. Porém quando ele beijou sua orelha dizendo que era o cara do metro ela fechou os olhos e relaxou e enquanto ele passeava as mãos por seu corpo e ela acariciava seu pau sobre a calça até que ouvimos seu suspiro de gozo.

Ali mesmo na cozinha nos despimos. Léo a colocou sobre a mesa e começou a chupar seus seios e desceu pelo corpo até chegar em sua boceta. Quando a língua dele penetrou sua vagina um arrepio passou pelo seu corpo e ela gemendo falou que sentia saudades de sua pica. Ela acabou gozando com suas chupadas. Ele a puxou se colocando com o pau na entrada da boceta dela, dizendo que estavam no metro e que iria fode-la na frente de todos os passageiros. Sá passava a cabeça nos lábios fazendo com que ela gemesse e se jogasse contra ele até que a ouvi suplicar “vem mete essa pica gostosa na minha boceta Léo, me faz gozar muito, quero sentir você todinho enterrado, quero ser a putinha do metro.” Suas pernas o enlaçaram pela cintura e vi o pau do Léo sumir dentro da Nanda. Ela foi as alturas.

Dei meu pau para ela e sua boca o engoliu, ela chupava e a cada estocada dele eu sentia uma mordida. Nanda teve orgasmos múltiplos e gozamos como loucos dando um banho de porra nela. Fomos para o quarto e aquela noite foi tão sensacional que tive medo de os vizinhos terem participado ouvindo nossos gemidos de prazer. Dormimos abraçados com a Nanda entre nás e quando acordei Léo já estava dentro dela de novo fazendo-a gemer mais uma vez. Nanda agora adora quando o metro está lotado, já chegou até a por a mão por dentro da calça de um rapaz e fazê-lo gozar e quando chegou em casa me fez beijar e lamber suas mãos e transamos fantasiando que ele a está fodendo no metro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cu da irma madura contos fotos ilustraçoescontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandeconto erótico com a sobrinha novinhaSou casada mas bebi porro de outra cara contosorgias/contoscontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentoscontos eróticos de bebados e drogados gayse Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinasou casada meu visinho novinho contoscontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhermae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestorelatos de cheirando calcinhacontos eroticosdescobrindo o amorconto erotico de sera que meu marido não desconfia que chego com a buceta cheia de porra e ele lambe?contos eróticos verídico no escritórioconto porno xixi padrinhoporno policia agelma ou marido fode amulherconto erotico patrao pauzudo do marido comeu eu e minha filhacontoerotico de escoterascontos eroticos tia no casamentoContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicouporno mamei micrecomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormecontos de coroa com novinhocontos porno ajudou marido comer sograContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes bonitos de primasdei minha buceta pro traficanteDona Florinda chupando a rola de Seu MadrugaRex dando o cucontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadoscontos fui comer o cu da minha esposa dormindo tava alagadoEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos Eróticosconto erotico-engravidei do meu genrocontos de orgia com maeencoxadas nos blocos do carnaval contosconto erotico abusarao mim metroconto erotico fraldario do mercadoadoro dar para o nosso cachorro contos eróticossenti jatos de porra no fundo da/minha bucetacontos eroticos mendiga negraContos Mamadas no paizimcomo arrombar um cu virgem ticameu amigo me comeu em casa contos eroticos gayme fode me arromba seu velho safadonovinho sofrendo na rola do pai bebado contos gaycontos eroticos taxista fudendo puta bebada drogadacontos meu calmante é picacontos convenci ela a dar o cuzinhoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosinquilino viu as minhas calcinhas contos eroticoconto erotico gay meu amigo rasgou meu cucontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhoszoofilia umcacete enorme pra pequena putacontos eroticos depessoas normais reaiscontos eroticos gisaconto minha estagiáriatanguinhas usadas contosquero uma buceta envolvendo meu pauContos gay de professor de musculação dando o cu para dois alunos dotadoscontos eroticos relatados por mulheresContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeucontos eroticos meninas filhinhas subrinhas priminhascasada dando o cu no bairro de na casa do feranteContos podolatria empregadacontos eroticos no beco escuro mete com forçacontos eroticos cunhadinha dormindobrincando do jogo da garrafa com irmazinha contos eroticostroca x troca feito com amigo e dando o cu contosdois primosconto de quando era novinho chorei com uma pica grande no meu cuzinhoconto arrembentei o cabaço da minha filha deliciaQuero transa com minha prima que estar gravidaTennis zelenograd contoContos eroticoa transei cm um aduto na infanciahistoria comendo eguaconto erotico me mentiu e me comeucontos eróticos com comadrecacetes grossos dentro da xota contosfiz troca troca com meu amigo : contos eróticosTrepadas no caminhao cabinecontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.