Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI UMA CARONA E ME DEI BEM: FODI A LOIRINHA.

Olá pessoal este conto que vou narrar aconteceu no domingo dia 0504 numa cidade vizinha da minha cerca de 19 Km. Como de manhã estava um dia bonito peguei o carro para sair dar uma volta. Peguei a estrada e fui para esta cidade. Lá fiquei rodando no centro a olhar as meninas gostozinhas que desfilavam pelas ruas. Parei numa lanchonete e fiquei tomando uma cerveja tranquilamente e não vi o dia passar quando me dei conta já era três horas da tarde e começava a formar chuva. Paguei a conta e decidi ir embora quando estava saindo para pegar a rodovia me deparei com uma garota no ponto de ônibus. Este ponto não oferecia muita proteção para a chuva que já começara arrisquei então oferecer uma carona para essa garota. No começo ela disse não mas conforme o vento e a chuva aumentava ela acabou aceitando.rnrnNo caminho me apresentei e ela disse seu nome, Denise. Uma loirinha linda com cabelos lisos, seios médios, cinturinha fina e dona de uma bundinha linda e arrebitada. Ela era bem descontraida e agradável. Comecei com uma conversa sá para não deixar a coisa ficar sem graça.rnrn- Foi visitar algum parente?rnrn- Fui na casa do meu namorado!rnrn- Que bom foi curtir uns beijos?rnrn- Coitado! Aquele cara parece viado, muito devagar!rnrn- Como assim?rnrn- Muito paradão, não topa nada, sá quer saber de ficar em casa...rnrn- É isso é complicado!rnrnA chuva estava cada vez mais forte e por segurança achei melhor parar um pouco até amenizar o temporal. Encostei o carro e continuamos a conversar.rnrn- Por que não arruma outro?rnrn- Já começo a pensar no caso sá que não quero mais moleques agora quero um homem de verdade, experiente!rnrnSenti que minha hora se aproximava e investi um pouco mais elogiando sua beleza e seu corpo. Como estava de bermuda e sem cueca, pois não uso cueca, meu pau já começava a latejar e para minha felicidade ela percebeu.rnrn- Nossa sua permuda está com um volume grande hein!rnrn- Fique tranquila pois não vou fazer nada que você não queira!rnrn- Tudo bem é que esse volume me faz lembrar quando meu namorado fica excitado e...rnrn- E você acha que sá ele fica assim é?!rnrnTerminei de falar e tirei meu pau pra fora mostrando a cabeçona vermelha pra ela.rnrn- Noooosaaaa D.. que cabeçona vermelha! rnrn- Pega nele para sentir o calor pega!rnrnEla então meio que envergonhada mas morrendo de vontade pegou meio sem jeito e apertou.rnrn- Caramba como está quente essa rola...ssssss...uuuuuuu...rnrnDenise suspirava de tesão e punhetava lentamente meu pau.rnrn- Iiiiissoooo Denise que punheta gostosa meu amor...sssss...continua...iiissoooo...assiiiimmm...!rnrnEla batendo uma punheta pra mim enquanto a chuva desabava. Denise então abaixou e começou a chupar meu pau. Que boca gostosa, ela lambia a cabeça, a base e colocava todinho na boca até a garganta. Estava quase gozando e avisei o que poderia acontecer. Denise então tirou da boca e disse que queria na buceta. Ela então rapidamente tirou a calça, inclinou o banco, apoiou as pernas no painel e me chamou:rnrn- Vem D...come essa buceta faz o que o trouxa de namorado não faz vem!rnrnComo sempre deixo preservativos no meu carro vesti o cacetão e parti pra cima. Encostei o pau e fui empurrando devagar. Como estava apertadinha e quente. Comecei a aumentar o movimento e socar até o fundo sem dá.rnrn- Iiiissoooo meu gostoso come essa putinha, arregaça essa buceta com esse pintão aaaaaiiiiii...uuuuuuiiiiiiii...sssss...uuuuiiiii....rnrn- Está gostando sua cadela, vou mostrar como se fode uma mulher de verdade sua vaquinha!rnrnSocava com tudo. Denise gemia alto enquanto a chuva continuava a bater no parabrisa. Ela então deu um forte grito e gozou no meu pau.rnrn- Nossa amor que gostoso nunca fui comida assim!rnrnTirei o pau todo lambuzado com o orgasmo dela e fiquei alisando. Denise olhou e me perguntou então:rnrn- E você meu amor não vai gozar?rnrn- Eu demoro para gozar meu anjo!rnrn- Depois de tudo isso e não gozou ainda?!rnrnPedi então o cuzinho dela:rnrn- Denise deixa eu comer o cuzinho deixa meu amor?rnrn- No meu cú não entra nada sá sai!rnrn- Sempre tem a primeira vez Denise!rnrnComecei então a insistir e mexer com ela. Denise aos poucos foi cedendo e virando a bundinha. Já com a bundinha empinada fui alisando o buraquinho.rnrn- Não D...eu tenho medo disso!rnrn- Relaxa gata eu vou devagar!rnrnDenise começou a gemer e pedir:rnrn- Vai doer, promete ir bem devagar?rnrn- Claro gata relaxa se doer eu paro. Empina bem a bunda que o pau entra com facilidade tá!rnrnEncostei a cabeçona e fui empurrando bem devagar. Sentia a pressão da cabeça na entrada e deslizava sem pensar em recuar.rnrn- Aaaaaiiiiii...sssssss...uuuuuiiiiiiiiii...de-va-gaaaarrrrrrr... D...!rnrnA cabeça já tinha sumido dentro do anelzinho dela e sá tive o trabalho de empurrar o resto. Iniciei o vai e vem bem gostoso naquela bunda devoradora de pica.rnrn- Aaaaaaa Denise que cú gostoso...toma rola loira!rnrnBombava com força e batia na bundinha dela. Denise gemia alto e implorava que gozasse logo:rnrn- Goza logo seu porra, está doendo muito ssssssss...aaaaaiiiiii...rnrn- Quer que eu pare?rnrn- NÃO! Já que começou termina!rnrnDepois de uns dez minutos bombando no rabo dela tirei o pau e me livrei logo da camisinha e despejei toda a porra encima da bundinha dela. Lavei o cú dela com minha porra.rnrn- Nossa Denise que cuzinho gostoso!rnrn- Você quase me mata seu puto. Nunca dei o cú pra ninguém e vem com essa rolona invadindo meu rabo aaaiiii...rnrn- Amor não tem jeito eu adoro comer bunda e não podia deixar passar batido!rnrn- Sabe que gostei. Nem meu namorado come do jeito que você comeu. A buceta, lágico, porque o cú ele nunca tentou, já você, comeu até se esbaldar!rnrnNos trocamos rapidamente pois a chuva já tinha parado e os carros já começavam a passar. Saí do acostamento e rumei para meu destino. Parei o carro no lugar indicado pela Denise. Nos despedimos com um beijo demorado e uma passada de mão.rnrn- Tchau D...foi muito bom te conhecer. Espero te encontrar outras vezes por aí tá!rnrn- Se você quiser meu telefone...rnrn- Não, não, eu prefiro assim do jeito que rolou!rnrn- Tudo bem. Quem sabe eu te encontro de novo!rnrn- Pode ter certeza que sim pois adorei trepar com você gato!rnrnLiguei o carro e continue meu caminho. Essa trepada foi emprovisada mas muito bem realizada. Que bucetinha gostosa, que cuzinho lindo e apertadinho. As vezes não é recomendável dar carona mas conforme a sorte você se dá [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticos chupando meu tioconto comi minha sobrinha no resgyardonora putacontoscontos genro bem dotado arronba o cu ds sogracontos/o dia em que esfolei a cona da minha filhacontos eróticos o filho de minha amigaEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticocontos eroticos peguei a mulher do amigo a força ela dormindo e soquei nelaContos eroticos tristeza primeira vezporno minha vizinha safada mim chama para segurar a escada para elaconto erotico trabalho sala reuniaohistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadoDesvirginando a sobrinha de 18 anosconto erótico eu e meus primos nu no lagocontos eroticos consegui comer aquela bundacontos convidei um amigo para dormir na nossa camacontos eróticos virei fêmea louca por leitinhoContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramoscontos gays comessado pelo primocontos porno.vendeu o culevando meninos gay no colo pra come seu bubum contoscontos : meu filho falou que minha buceta e bonitacontos eroticos com fodamulhe vais boguete em bebudocontos foi comer a bct escorregou e pegou no cu vijen delacontos eroticos de homens biminha tia travesti contoscontos eroticosirmazinhaContos erótico, eu e a filha Lauraconto troquei de papel com a minha mulhercontos eroticos de incesto dormindocasadinha inocete. sedo chatagiada contos eroticocontos eróticos calcinha molhada de xixi na hora do sexocontos eroticos cunhadinha dormindomaisexo vidio de zoofilia com travestispapai descobriu contos eroticoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticos minha vizinha dos sonhoscontos eroticos brincando de esconde escondemae gostosa contoscontos eróticos o filho de minha amigaconto eróticos estupro no orfanatovideos putas chupando e achado q a pica e poucanegao e o seu caralhocontos eroticos gosto de levar piça no cu e porradaReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicocontos de rabos sendo dilaceradoscontos abobrinha na bucetaporno amador em festinhasparticularespornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasrelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascontos colega de futebol pediu pra comer me cuzinhotranso com meu cachorro todos os diascontos a crente que gosta de dar a bucetavai dar rolê tudo gordona aí tudo mulher gorda só de biquíni bem gordona da bundona bem gorda da bundonacontos eróticos de Pouchorei no cacete conto homoconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadocunhada ariando a calçinha p mimcontos de cúcontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãocontos eroticos tio comendo sobrinhascontos fiz o cuzinho da mamãecontos titia do cuzinho gostosocontos sogra punhetacontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladaconto erotico doce bruninha novinha no colocontos gay gordinho calcinhacontos eroticos de padrinhos iperdotados comendo casais e comadresEDNA safada de são paulo pelanca contos eróticosprofessor cacetudo comendo o cuzinho do menino afeminado no banheirocontos eroticos barney comendo bethycontos eróticos agarrei minha irmã na fazenda filmes de televisao pornosconto porno enfiaram um ovo no meu cuContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paijemro comvemceu a sogra e comeu sua bucétacontos eroticos armadilha sexualcontos eróticos casal Passei a noite no autorama no IbirapueraA loirinha punheteira contos eróticoscontos eroticos eu e mamãe putas do capataz conto sou. chupeteiratanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofilianão anãozinho chupa meu paucontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornoFilinha chupa pau do papaiaquando eu peguei a minha priminha