Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOITE DE FESTA

NOITE DE FESTArnrnSer convidado para uma festa onde você não conhece as pessoas é algo que pode se tornar fascinante e prazeroso. Digo isso, pois o que relato aqui é um desejo realizado ao extremo por duas desconhecidas em uma noite de muitas descobertas...rnrnMe chamo Ricardo e minha mulher Ramona. Podemos nos considerar um casal cheio de calor e desejo, fantasias e realizações a dois. Ramona é uma mulher muito sensual, com sua estatura mediana, olhos marcantes e sedutores, assim como seus lábios macios e carnudos que destilam um beijo que qualquer pessoa iria querer provar um dia. rnrnSeu corpo denuncia uma meninice de mulher que sabe o que prova e sente na hora de seu tesão. Seios médios com as pontinhas salientes e durinhas, coxas macias e quentes, barriguinha delicada que me leva ao seu mistério mais caloroso e forte: sua bucetinha de lábios grandes e deliciosos, prontos para serem lambidos, chupados com toda vontade e força. A bundinha grande e durinha, sempre ornamentada com suas calcinhas safadas e enfiadinhas, ressaltam um pedido que sempre me vem à mente e teima em não parar: quero muito o teu cuzinho, amor.rnrnA noite da festa foi algo extremamente convidativo e excitante para nás dois, que tínhamos vontades e nunca havíamos experimentado. Eu queria muito ver uma bela mulher beijando e sentindo Ramona, assim como minha prápria mulher ansiava muito por ser lambida, chupada muito na sua bucetinha molhada por uma outra mulher sedenta, faminta por arrebatar uma menina-mulher safada.rnrnNão fomos diretamente com o intuito de ?caçar? alguém. Estávamos numa boa, mas chegamos à festa vestidos de forma a sensualizar o ambiente. Ramona desfilou sua legging preta brilhosa que salientava sua bunda gostosa e a dividia com uma calcinha fio dental que chegava a marcar aquela bucetinha safada e gulosa. O salto agulha preto, fino era um retoque para aquela beleza indescritível que sempre me fez ficar de pau duro e garanto faz qualquer mulher que curta outra sentir vontade de provar até o último suspiro. rnrnCabelos ondulados traziam um charme todo especial juntamente com sua maquiagem de tom marrom, com a boca desenhada pelo gloss que pedia para ser retirado com força daqueles lábios, encontrando um beijo molhado e pegado, sentindo o calor daquela fêmea desejosa de muito prazer e gozo.rnrnO ambiente era marcado por sofás aconchegantes e uma música ao vivo que lembrava as belas bandas de MPB do passado. A tranquilidade e charme do ambiente nos dava ideias para algumas safadezas, como um sexo bem gostoso amassados em um canto da salinha ou mesmo uns toques noturnos no escurinho do ambiente que fizessem Ramona gemer e eu ficar de pau duro.rnrnMas o que esperava por Ramona era algo que não tinha a ver comigo diretamente...rnrnSentamos num dos sofás de quatro lugares, macio, com almofadas grandes e nos servimos de vinho tinto seco, forte e marcante. Ramona aprendeu a beber vinho comigo e desde então se rende aos encantos desta bebida dos deuses para as noites mais calientes.rnrnEstávamos encostadinhos um no outro, bebendo e percebendo o movimento do local. Parecia que existiam muitos gays, pelo jeito das pessoas e o comportamento dos olhares. Ramona ficou excitada em pensar que alguma daquelas pessoas poderia potencialmente ser alguém que se interessasse por ela, que ao meu lado suspirava encantada com uma das mulheres presentes na sala. A referida pessoa era alta, devia ter um metro e oitenta e pouco sem o salto, vestia um colado azul escuro, denunciando curvas salientes, com pernas grossas e seios grandes que pareciam não estarem em um sutiã, tamanha era a marca de seus biquinhos pelo vestido marcado. A calcinha devia também ser minúscula, já que vista de costas não tinha nenhuma marca aparente de algo maior. Seu rosto era delicado e a boca também marcada e carnuda. O batom vermelho era um chamariz para algo mais forte, algum desejo talvez, assim como o de Ramona. Os cabelos pretos escorridos davam uma ideia angelical, ao mesmo tempo que os olhos grandes formavam um sinistro par de armas sedutoras.rnrnTinha um detalhe que chamou a atenção de Ramona, que imediatamente me alertou: amor, olha sá aquela mulher ali, tá vendo?rnEu disse que não e nisso Ramona dispara: perceba bem o ombro direito. É uma tatuagem...rnTá, mas e daí?rnÉ uma tatuagem de uma rosa delicada... amo rosas!rnrnAmor, você gostou dela é?rnRicardo, sabe que estou apenas olhando...rnTá bom amor, tá bom... Sá me dá licença então que vou buscar mais um vinho, quer mais?rnClaro amor!rnrnSaí rapidamente para o outro lado da sala, não perdendo o foco em Ramona e nem naquela mulher misteriosa da tatuagem da rosa... resolvi agir rapidamente e tentar uma surpresa para minha Ramona. Surtei e resolvi seguir a mulher da tatuagem. A desejava muito, mas não para mim...rnrnComo as coisas são engraçadas. Antes mesmo de eu me sentar no sofá de volta com Ramona, percebi que não estávamos mais sozinhos. A mulher da rosa tatuada havia sentado no mesmo lugar. Com ar tranquilo deu boa noite para Ramona que a recebeu com um sorriso trêmulo. Aquela mulher era um misto de sensação de medo e ao mesmo tempo desejo a se realizar. Percebi isso no corpo da minha Ramona e nos seus lábios trêmulos.rnrnCheguei perto de Ramona e dei um beijinho de propásito. Perto de um selinho, mais marcado pela puxada de leve que dei nos seus lábios, tirando parte do gloss dali.rnrnA mulher da tatuagem era muito perceptiva, assim como eu e vi que ficou interessada naquele momento. Sorri por dentro. Sentei ao lado da minha linda e tomei mais um gole. A mulher da tatuagem se expôs:rnDesculpe a intromissão, mas vocês são casados?rnSim ? disse eu ? muito bem casados!rnHum, sim. É porque nesta festa de hoje sá vejo gente desacompanhada, vocês são exceções (sorriu).rnE você, desculpe, qual seu nome?rnAriana.rnBelo nome ? minha Ramona se manifestou. Fiquei pasmo com a atitude de minha pequena. É muito tímida nos momentos de pressão. Mas acho que o vinho a fez se soltar um pouquinho.rnSou Ricardo, esta é minha mulher Ramona. Prazer.rnPrazer Ricardo e Ramona. Belo casal mesmo. Eu não sou casada não. Nunca tive alguém assim para compartilhar as coisas. Uma pena.rnMas pode ter amigos. Bons amigos.rnObrigada pelo carinho. Aliás, coisa que vocês devem ter de monte um com o outro né?rnCreio que bastante, né amor? ? falei com voz instigante para Ramona.rnTemos nossas formas bem apropriadas para uns carinhos gostosos... ? minha Ramona deixou o vinho a levar. Senti o clima aumentar em grau de excitação. Ramona olhava Ariana que não tirava o foco de interesse de outra pessoa senão de minha mulher gostosa.rnAriana parecia ter encontrado sua presa de forma convincente. Notei muito isso. O vinho não tinha tomado tanto conta de mim, quanto de Ramona e deixei as coisas acontecerem naturalmente.rnrnConversamos muito, bebemos mais um pouco e na hora de ir embora Ramona perguntou para Ariana se não queria uma carona conosco. Mais uma vez fiquei pasmo e excitado pensando: pronto, agora minha Ramona satisfaz de vez seu desejo perdido.rnrnAriana se fez de relutante, mas no fim aceitou o convite.rnrnQuando chegamos no carro, abri a porta para as duas e tive uma surpresa: Ramona foi para o banco de trás com Ariana e ainda me disse que não ficasse preocupado, que a corrida de táxi ela pagava. Minha mulher safada me fez de taxista das duas. Meu pau ficou duro sá de imaginar o que poderia vir a acontecer. Minha mulher ia realizar o sonho de uma vida...rnrnÉ claro que o caminho para casa seria o mais longo possível, queria ver o que poderia acontecer com a minha gostosa safada e aquela mulher grande e estranha que havia comido Ramona sá com o olhar.rnrnComeçamos a rodar. Pelo retrovisor vi algo que me fez delirar: Ramona, minha putinha gostosa safada mexia nos cabelos de Ariana, deixando seu rosto bem exposto, para chegar perto, muito perto de sua boca e ficar respirando com seus lábios cheios de gloss. Era uma provocação. Perceber e receber o gosto uma da outra. Ariana devia ser muito experiente nisso, já que fazia movimentos fortes com o corpo para a frente, fazendo seus seios tocarem o colo de Ramona, que de olhos fechados começava a soltar suspiros baixos que eu muito conhecia.rnrnQue tesão, pensava eu muito quieto, de pau duro, dirigindo a 50 por hora...rnrnUm gritinho de Ramona denunciou o início de uma bela e safada comida... era Ariana enfiando sua mão pelas coxas da minha putinha, tocando sua bucetinha de leve por cima e movimentando de cima para baixo a legging que por dentro já estava encharcada se conheço bem meu mulherão.rnrnRamona não aguentou e foi com toda sua força na boca de Ariana, enfiando sua língua fundo e chupando aqueles lábios vermelhos que pediam ser mordidos. Minha safadinha estava se entregando toda para aquela mulher enorme. O beijo era algo muito pegado, marcado com as línguas soltas, lábios procurando um ao outro e as mordidas fortes que deixavam mais vermelhas aquelas bocas de mulheres no cio.rnrnA bucetinha de minha Ramona devia estar querendo muito ser chupada, pois percebi a abertura de pernas que minha linda fez ao sentir as mãos de Ariana cada vez mais bolinando aquela bucetinha gulosa. Ramona foi sentir os seios grandes de Ariana por cima do vestido colado e em certo momento foi mais bruta e retirou os dois para fora, saindo da boca de Ariana e indo direto para os biquinhos dos seios daquela mulher tatuada que a fazia suspirar e molhar a calcinha preta fio dental.rnrnE eu quieto demais, quase gozando na cueca...rnrnAriana conseguiu ser mais bruta e comandar o show. Tirou minha mulher de seus seios e a jogou contra o banco, com força arrancou a legging e cravou sua boca na bucetinha da minha Ramona, não sem antes arrancar também a calcinha fio dental que enfiadinha no cuzinho de minha mulher se tornou algo irreconhecível.rnrnA boca de Ariana parecia mágica mesmo, pois vi minha Ramona gemer alto e pedir para ser comida com gosto. Gritava muito: me come gostoso, putinha, comeeeeee minha buceta safada, aiiiii que delícia de mulher...rnrnParece que eu não estava ali mesmo!...rnrnA bucetinha da minha Ramona era um rio escorrendo mel e a boca de Ariana sugava aquilo tudo com gosto, passando com muita delicadeza e jeito a língua no clitáris que de tão vermelhinho queimava nos dizeres da minha amada.rnRamona estava sendo comida por uma mulher, nunca tinha sido antes e almejava tanto aquilo que ganhou de presente uma mulher enorme, um animal faminto por sua presa, pronto para engolir toda a carne daquela criatura cheia de tesão e desejo forte.rnrnMinha Ramona segurava a cabeça de Ariana e forçava a mulher pra dentro dela, gemia cada vez mais, uma cadela no cio, louca pra ser comida, devorada. Pedia pra sentir dois dedinhos na buceta e um no cuzinho. rnMe preenche toda putaaaaaaaa! ? gritava forte minha Ramona ? aiaiaiaiiaiaaiiiiiiii, vagabunda safada, cadela, prostituta!!!!!rnE Ariana não deixava por menos: Puta é você sua vagabundinha... queria ser comida por uma mulher de verdade né? Eu vi você me olhando na festa. Me queria muito que sei. Agora toma aqui á ? e enfiava dois dedos firmes na buceta molhada, além de um no cuzinho que recebia o mel da bucetinha para se molhar todo.rnEra o êxtase de Ramona, minha mulher nunca havia gritado tanto com alguém como gritou com Ariana.rnrnO auge dos toques marcantes da mulher tatuada veio com um toque de mestre: colocou minha Ramona de quatro, enfiou a cabeça toda no meio daquela bunda que eu amo comer e lambeu da buceta ao cuzinho da minha esposa safada, desejosa, puta demais em uma noite que nunca iria esquecer.rnrnOlhando para trás eu via o bucetão e o cuzinho da minha mulher abertos para que uma outra pudesse se satisfazer e fazer a satisfação da minha pequena. Ramona rebolava na cara de Ariana que metia a cara com tudo e hora e outra usava os dedos para fuder minha cadelinha. O prazer da minha esposa era algo que eu nunca iria esquecer naquela noite. Foi quando Ramona se abriu para uma fantasia se tornar realidade. Confiou não sá em mim, mas no poder de sedução daquela pessoa chamada Ariana, que existindo em nossos pensamentos, saiu da imaginação para se tornar realidade em uma noite de gozadas excepcionais...rnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataoconto erotico gay magrinho calcinha e coroaSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubadepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?contos eroticos de professorasvisinha casada o novinho contos com fotoscontos/ morena com rabo fogosoSou casada eu e minhas filhas sendo fodidas contocontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netosconto erotico toma leite pra crescer forteminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contospuxou minha calcinha de lado e meteu ate o talo na minha boceta contosconto da nora curiosacontos eroticos traindo na Lua de MelConto erotico peguei.minha filha novinha arombei elacontos comi minha mae e o travestiwww.contos de gozadas na marracontos de envagelicas encoxadas e fudidas na frente do maridocontos eróticos abixei a caucinha e fudi no becovirei o viadinho na bahia pros negao roludo contosbgayscontos eroticos chantageada pelo meu patraoComi minha amiga bebada contosnovinho da pica gigante atolando no mulequeinhoConto erotico enteadaisso contos eróticosConto erotico tia 60ano safadaesporra encorpada na bocacontos eroticos fui comida por varios homendContos eroticos no acampamento com minha maeamigo sex diplomata contomeu priminho estava batendo punheta para mim contos eroticosContos mulher estrupadas negrosSou casada mas bebi porro de outra cara contoscomtos dei.pro pastor alemaowww.contos de incesto me viciei em deixar meu tio chupar minha bucetinha na minha infânciacontos mulher e marido duas vadias para um.machoconto eróticos dei o cu novinhaContos eróticos família liberal.2,contos eroticos com cunhadinhas de dez anoscunhada pediu pra ver meu pinto contosvizinha abrindo a cortina contoscontos e vidios de patroas tranxessual fudendo empregadasonto de encesto meu filho mora sosinhoTennis zelenograd contoconto erótico gay meu irmão me comeuvideos putas chupando e achado q a pica e poucavoyeur de esposa conto eroticoconto erotico mihna mulher disse que o meu negocio exupa piçacontos eroticos,virei escrava e puta do meu namoradocontos tia com fome de picasubrinha adolecente tomando banho e foi fragada pelo tio taradocortos eroticos curmir minha empregadacontos heroticos - brincando de pique escondefreira sedutora conto eroticocontos erotico maridos camaradacontos filme com cunhada mostrando a buceta de sainhaContos gay me amaciou a foderrelatos de casadas que treparam vom suas cunhadsschulé da minha irman contos eroticoscontos dando para minha familia parte 2Tio come sobrinha a força contos eroyicosconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos exoticos de bebado velhocontos eróticos gay sendo putinha na minha casacontos de corno minha mulher me trocou por outrocomi minhairmãzinhade criação.com conto eróticoeu tava de short meu namorado ralou o pal em cima da minha bucetahomens com pau instiganteo desejo de minha mae e tia ter 26 8m no cu contos eroticoscontos.virei travesti pela drogagarotinha de 9 aninhos me deu a xoxotinha dela contosseminaristas lindos gayscasada foi brincar de esconde esconde e deu o cu casa dos contosContos eróticos BebêContos eroticos de irman eirmaohistorias eróticas com coroa de 80 anosmulher casada crente relata que da o cu para outro/contos recentescontos eroticos da minha tia amadorascontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delecont erot padrinho meteu tudocontos eroticos brincando de esconde escondeMarilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalhacontos que gozada ela deusexocontoerótico do paicontos iniciando a esposa na dpContos erotico me exibicontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscocontos eroticos incesto vovô e titio me fuderamminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoscontos eroticos entre camioneiroscontos chantagei e comi o bundao de uma casada evangelicaNegão Da Picona Na Africa Contos Eroticos contos de incesto amiga da minha tiacontos recentes incestos encoxados segredos flagradosCONTOSPORNO sapeca