Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA VIRGEM DIFERENTE

Boa noite, você está prestes a ler um fato, não um conto.rnrnMeu nome é Ricardo, tenho 21 anos, moreno, 1,75, 89kg, quase tudo de puro musculo, sou realmente gostoso com um dote de 19cm e curvado pra direita, e isso tudo foi o que chamou a atenção de uma menina la da minha academia, ela era amiga de um amigo meu, ele me aprensentou ela e nás começamos a nos tornar colegas de academia, ela tem 19 anos, cabelos castanhos claro, 1,65 +- e levemente gorda (esta emagrecendo lá na academia), na verdade o que ela tem é um pouco de barriga mas tem peitos médio e uma bundinha redondinha, além de que quando ela vai com uma certa calça dá pra ver que ela tem um capôzinho de fusca bem gostoso. Bom.. adiantando a histária eu e ela resolvemos ficar, nás combinamos e tal lugar e hora, anás apenas iamos ficar trocando uns beijos e uns amassos porém ela ainda é (ou melhor, ela era) virgem, e queria muito ficar com um cara mais velho e no meu porte físico, ok nás fomos lá para o local marcado (meu apartamento pra dizer a verdade) e chegando lá oferecia a ela o que tinha para beber, ela não quis nada sá quis ir ao banheiro, (ela na verdade foi atolar mais a calcinha, claro, sá depois fui saber disso) quando ela voltou ela disse que estava atacada naquele dia e foi logo me jogando pra cima do sofá, eu fiquei feliz pois sabia que aquilo terminaria bem já que ela queria tanto, ficamos nos beijando e fui logo apertando aquela bundinha redonda e macia e muito gostosa de apertar, ela quis que eu tirasse a camisa, eu tirei e ela começou a alisar e beijar meu peito e disse pra eu beijar os dela tambem (ela estava envergonhada mas o tesão dela estava subindo e ela parecia nem ligar, mesmo com o rosto vermelho de vergonha), eu comecei a beijar os peitos dela por cima da roupa, enquanto isso enfiei uma mão dentro da calça dela (aquelas legs proprias para malhar) e fui alisando o cuzinho dela, ela começou a rir e disse pra eu ir mais devagar porque ela estava excitada mas estava nervosa, eu disse tudo bem e fui tirando a blusa dela, beijei os peitos dela por cima do soutien e logo tirei ele podendo ver aqueles peitos lindo e gostosos dela, um pouco caidos pro lado e com biquinhos amarronzado, nossa como eu adorei apertar e chupar eles, ela disse que queria mais e que não estava aguentando mais ficar sá nos beijos e amassos, eu ri e disse pra ela relaxar e deixar eu conduzir ela ao prazer total, peguei ela coloquei deitada no chão (no tapete na verdade) e fui beijando a barriga dela, desci ate aquela bucetinha carnudinha dela e comecei a beijar por cima da calça, ela uma calça preta bem fininha e bem coladinha, lambendo e beijando e esfregando e ela começando a roçar as pernas pedindo pra eu parar de torturar ela e colocar logo minha lingua na xota dela, eu ri novamente e disse brincando que com todo aquele tesão ela iria molhar todo meu tapete, logo tirei a calça dela e vi sua calcinha branca bem atolada no cu, coloquei ela de 4, ela começou a passar a mao e apertar seus peitos, meu pau ja estava duro pois nunca tinha comido uma virgem tão safada e ao mesmo tempo tímida mas com muita sede de piroca desse jeito, tirei minha bermuda e coloquei meu pau pra cima dentro da cueca, lambi a buceta e o cu dela por cima da calcinha e depois comecei a simular o sexo com ela, fazendo pressão e relando minha pica na raxa dela e ela rebolando de leve em mim, ela não aguentando mais de tesão se virou de frente pra mim, tirou a calcinha e disse pra eu colocar logo meu caralho grosso na buceta dela, eu fiquei até meio assustado porque realmente nunca tinha visto tal comportamento quase que bipolar de uma virgem, ela estava com tanta sede de rola que eu nem dei meu pau pra ela chupar, e coloquei a cabeça na portinha dela, e começou a respirar mais fundo e pedindo pra ir logo porém sem machucar ela, e fui indo, indo, e ela fazendo cara choro e eu indo até que ela começou a gritar e o sangue escorreu, ela com cara de choro mas rindo disse que bom que já tinha perdido o selinho e que agora sim era hora dela sentir minha rola grossa dentro dela, eu limpei tudo direitinho e voltei a penetrar aquela bucetinha gostosa, nem chupei ela mas tudo bem, comcei a fuder ela então já que ela queria um sexo mais hardcore (tinha acabado de perder o selinho e mesmo com dor ela queria quer eu metesse fundo), fudendo ela de frente, frango assado, vendo aquelas tetas balançarem e apertando os biquinhos dela, ela nem abria os olhos, sá ficava com a cabeça pra cima, de olhos fechados, gemendo muito, e gostoso, tirei minha rola da buceta dela umas tres vez e ela logo disse "porra nao para, me fode que eu quero gozar", eu disse "você quer gozar, então lá vai", tirei meu pau dela, botei ela de 4, deitei ela e deixei com o rabo bem empinado mesmo, a buceta dela abriu gostoso e eu finquei, fudendo forte e fundo nela fazendo as tetas dela baterem no seu pescoço de tão forte, ela começando a gritar e xingar e eu fudendo mais forte, minhas bolas batendo na virilha dela me dava até uma fisgada nos rins de tão forte que estava arrombando ela, eu entrei no 'jogo hardcore dela' e disse "quando eu gozar você vai ter que engolir tudo vagabunda" e ela parecia nem ouvir de tão alucinada que estava, até que ela de repente começou a dizer pra eu parar e eu continuei, ela caiu no chão e começou a delirar, fazendo cara de choro e tremendo até os pés de tesão, ela estava tendo um orgasmo, e forte! eu vendo isso abri as pernas dela e comecei a bater siririca pra ela, a minha mão foi ficando cada vez mais molhada ate que ela gritando muito gozou, gozou muito e eu logo botei minha pica no meio na buceta dela e comecei a esfregar a cabeça no grelinho dela enquanto ela gozava, minha rola no talo comecei a sentir a porra vindo, fui em direção a boca dela, ela abriu e eu soquei la na garganta dela, fiquei com um certo medo dela vomitar mas ela nao vomitou, gozei lá dentro, querendo ou não ela engoliu minha esporrada toda, quando tirei minha pica da boca ela ela olhou tudo em volta e perguntou se ela tinha feito tudo aquilo mesmo, nás começamos a rir e eu a chamei para irmos tomar um banho...rnrnE é assim que terminar minha aventura sexual muito diferente das que ja tive, espero que tenham gostado :)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos com fotos no carnaval levei chifreconto gay me comeram dormindoTava na sala com meu amigo ai minha mulher aparece só de calcinha e pede pra nos dois comer ela casa dos contos eroticoscontos eroticos surpreendeu a esposacontos tia com fome de picafoda entre maninhos conto heterocontos gay meu filho gostosodomador de casadas conto eróticoconto gay virei mocinhaContos eroticos humilhado seiosvideos bichobruto cavalo comendo égua estoria porno a fantasia do meu marido e c cornocomendo aenteada de cbelos cachiadosconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgemamei até os bicoes dela incharem contoscontos d encoxamentoaproveitaram da minha inocência contos eróticossai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridodisvirginei a minha professora contos erodicosconto erotico meu filho me chapouvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos gay game apostacontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5Meu irmão foi carinhoso comigo contos eroticosContos eroticos fui comido na locadora d videos pela travesti pauzudacontos minha enteada minha amantecontos veridicos por garotas teenscontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmenininha contos eroticosver vídeos antigos de novinhos mostrando seuspentelhos na webcontos euroticos porno tia lucia contos eroticos a bucetinha depilada da minha maecontos eroticos familia bi passivacoroa e menino meu pecado comto eroticonamorado embreagou a namorada para foder o cuzinho delaContos eróticos sarrado minha tiaxvidei a novissa possuidahoje eu comir a bucetinha da ester de cinco aninhosde moto morena arreganha a perlna mostrando tudocontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemchaves comendo cu da chiquinhaconto erotico enfiou vela acesa na minha bucetaconto atochada corno xxxComtos eroticos com cumada novinhameu marido viu os amigos dele me comerem contosporno com negao e sitremeuContos examinaram minha xxoxtaamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçahomens velho gay contosContos erotico comendo meu cachorrocontos eróticos com menina muito nova crentescomo convenci minha filha me dar sua virgindade conto eroticocheirei a calcinha fedorenta contos eroticosconto de mulher transando com meninos novinhosconto erotico tiraram minha roupapeguei carona com caminhoneiro conto sexocontos de coroa com novinhocontos eróticos de incertos mãe curiosa fraga o filho peladoConto erotico da pequena carlacontos olhando a encoxadacontos eróticos gravou tia dando pra doisconto erotico jogando game com o garotinhovideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriocontos eróticos com menina muito nova crentesminha mulher se exibiu pra váriosme mesturbei no banheiro e agira?Contos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro forterapazes peladoes se exercitando na academiaeu comi mimha empregada rru confessocontos de casada rabuda fiel e fogosa cantadavideos sexo minha cunhadinha loirinhas bem novinha viu eu tomando banho e qui meda tudoconto erotico estupro sequestro sadomasoquistacontos eróticos de bebados e drogados gaysComi a cadeirante casada contosSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto eróticos professor de biologiapintinho durinho molequecomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudofilhinhas safadinhas contoscontos eroticos casada virá puta do mendigocontos manapai quero atencao contos eroticosSou casada fodida contocontos sou professor e torei minha aluna de doze aninhosv¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?contos erotico a mulher feiabuceras com paj giganti dentroPorno conto casa abondonada eu e o viadinhomae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestodei viagra feminino para minha cunhadaContos eroticos transei com uma porcaSou casada fodida contoOs travestis qui São quaz mulhertirado a vigidade da novinhas no mato ela ..âl lcontos meu primo me estrupo quando tinha oito anoscontos sou safada dei pros flanelinhaeu adoro usar calcinha hoje sou travesti fresca afeminadaContos eróticos e rose