Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MONICA, LIVIA, JULIO E RENATO ? PARTE 3

Neste dia, Livia comentou que queria andar a cavalo. Pedimos 4 cavalos mansos e saímos. Apás mais de 1 hora chegamos a um rio. Estávamos com calor e suados e decidimos refrescarmos-nos. Não trouxéramos maiôs e a solução foi ficarmos nus. Eu e Livia, ruborizamos envergonhadas ao nos despirmos diante de nossos filhos, mas o convite da água era demasiado. Pela primeira vez Livia tinha a oportunidade de ver a ferramenta que me dava tanto prazer. Segurei Renato pelo pau e beijei-o de língua. Julio e Livia se acariciavam quando entramos na água. Brincamos durante algum tempo e nossos corpos se tocavam. Decidimos sair e Julio deitou Livia na relva sugando suas tetas. Era uma cena erática que despertou meu tesão. Sem hesitação, baixei à frente de Renato e abocanhei sua vara. Chupei com vigor e vontade recebendo o esperma de meu amante no rosto e colo. Renato gozou abundantemente e, ao terminar, ouvi Livia e Julio nos aplaudindo.rn?Mamãe, você chupa como uma puta?, disse Julio. Livia comentou que eu estava me revelando com seu filho. Retorqui que redescobria minha carência sexual com Renato. rnAo retornarmos, os homens exigiram que montássemos nuas. Nossos sexos tocavam a patilha (parte anterior da sela), excitando-nos. Diversas vezes gritamos nossos orgasmos para deleite dos machos que nos amparavam evitando a queda. Vestimo-nos práximo ao estábulo mas as selas exalavam o odor dos líquidos vaginais.rnNossos homens foram para a piscina e eu e Livia aproveitamos para nos limparmos num banho. Livia solicitou que ensaboasse suas costas e nos aproximamos. Encostou-me à parede e tocou meus seios que reagiram prontamente. Sua mão baixou até meu sexo e um dedo titilou meu clitáris que endureceu. Suspirei alto.rn?Você gosta de mulher, Monica ??, perguntou.rn?Nunca tive uma relação lésbica e não sei?, respondi.rn?Quer experimentar ??. rnAntes que pudesse responder, baixou a boca aos seios e sugou. Estremeci, arfei e gemi, surpresa com a intensidade do choque que percorreu meu corpo. Livia indagou se gostava e não a interrompi. Ao mesmo tempo acariciei sua gruta. Pressionou-a em minha mão e pediu para penetrá-la com meus dedos. Beijou meus lábios e correspondi entreabrindo-os. Nossas línguas duelaram como cobras, sedentas e carentes. As vaginas se tocaram. Èramos duas femeas no cio mas paramos antes de gozar pois não queríamos que nos vissem.rnNossos homens perceberam que algo havia acontecido, mas nada comentaram.rnà noite, enquanto estávamos fazendo amor, Renato indagou porque havíamos demorado tanto no banho e estávamos tão caladas o resto do dia. Desconversei mas a visão do que acontecera entre nás não saia do pensamento.rnNo dia seguinte, saímos para caminhar os quatro. Durante o passeio, Julio comentou que Livia lhe contara o relacionamento que eu e Livia tivéramos na tarde anterior. Renato disse que desconfiara mas eu negara. Logo que chegamos a um local deserto, ordenou que me despisse e demonstrasse meu fogo com sua mãe. Minha amiga aproximou-se e beijou-me já com a língua forçando a entrada em minha boca. Não resisti pois queria repetir a experiência. Permiti que suas mãos adentrassem minha vagina e retribuí seus carinhos. Nossas mãos exploravam os seios e bundas e atingimos orgasmos roçando nossas vaginas e clitáris. Ambas gritávamos de prazer. Julio e Renato pediam novos carinhos e posições deliciando-se com a trepada de suas mães.rnJá estávamos exaustas quando exigiram que nos chupássemos. Sugamos os seios uma da outra mas o que queriam era um 69. Sob Livia, arreganhei as pernas deixando que sugasse minha vagina. Enquanto isso, minha língua sorvia seu delicioso sumo e titilava seu grelinho já inchado. Gozamos mais uma vez, uma na boca da outra.rn?Putas, vagabundas, vadias, ordinárias?, chamavam-nos. Sabíamos que nunca mais seríamos respeitadas mas o prazer era maior.rnApás o jantar, Renato me levou ao bosque onde já trepáramos e exigiu meu cuzinho. Relutei devido à grossura, mas esbofeteou-me reiterando o pedido. Cedi e recebi aquela vara que me rasgou as pregas impiedosamente. Voltei andando com as pernas arreganhadas, dolorida e chorando. rnEncontrei Livia no café da manhã e contei-lhe os fatos da noite anterior. Confidenciou-me que Julio também exigira seu rabo. Eu sabia que ele era maior que Renato e ela nunca tinha dado o rabo e imaginei a dor que estava sentindo. Condoída, levei-a ao toalete e passei uma pomada anestésica em sua ?cereja?. Agradeceu com um beijo e nos tornamos mais íntimas ainda.rnO restante do período que passamos no hotel transcorreu sem maiores novidades: metiamos com nossos homens quando, onde e como eles queriam sem rejeição.rnVoltamos para casa com os filhos trocados: Julio com Livia e Renato em minha cama.rnContinuarei este relato com os futuros desenvolvimentos adiante.rnBeijos sensuais,rnMonicarn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


trepo com a enteada dormindozoofilia cavalo violentos o dedãocontos eroticos aventura em resendetitia terminou o noivado tava carente e me convidou pra irmos a casa de praia contos eroticosesperma do meu filho contos incestoscontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandomoleque engravidando gostosa contoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucomi a mae do meu amigo contominhas duas primas me chupando o palIsac e Hugo- Casa Dos Contos Eróticos |zdorovsreda.ruPai filha chuva dourada contos euroticoscavalo enterrandi tudo na novihabucetinha lisinha e meladacontostia tranzando com sobrinho cabassaocontos eroticos flaguei minha mae dando também quis cumer sua bundamaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticosxv inserto chupando a busetinha da novonha dorminocontos eroticos comendo a sogra da minha irma e socando a banana no cu delaconto amante do manoacidentado comi minha sogra contoshistoria erotica gay perdeu virgidade anal pelo pau de 30cmtracei a minha patroa coroacontos transex fudendo com entregador de pizzaconto minha esposa com seu primocontos Recém casada traindo marido com dono da casaConto meu marido me devorou na madrugadaMeu irmão mandou eu deitar com elesou eteto mbte contosContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaContoerotico comendo um cu no metroultimo contos eróticos transando com tio acontos de metendo em uma peluda ruivaconto erotico incesto sonifero filhaNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contosconto erotico com filhinhacontos marido atolou a geba grossa no cu d esposa na pescariapezinhos da minha sobrinha contos eroticoscontos erótico de velhas que adora ser chingadascontos vi meu marido bebado esperando nossa filha peitudacontos eroticos de iniciação gay: mete devagarporno contosesposa deu cu estranhocontos senti cutucandovelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaconto de mamae de calcinha na sofaContos eroticos pauzudo rasgou meu cuzinhoconto erotico calcinha neguinhoRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroshomen bulinando o penis no chortcontos de sexo de ladinho com com a irma dormindo ao ladomeu pai me comeu contos eroticosbrincadeiras erotica no cu de machoimagens da tia perucas com a calcinha enfiada na bucetacontos bi eu e meu primo e minha prima meu primo gozo no meu rabocoroa cintura fina e coxas largas e gordascontos gay me montei pra elecontos minha filha chorou no meu pauentão toque consulta paciente e chupa b***** no pacienteEnrabei a sobrinha da minha esposa contosenche esse cu de leite contoscontos eroticos minha comadre me chamou pra consertar o chuveiro e comi elaConto titio meteu a pica na minha xoxotinha.www.mulhers impinadas de calcinhaContos eroticos com animaiscontos di mulheris que ralaram pela primeira vezcontos eroticos calcinha desaparecendoo sobrinho do meu marido comeu meu.cuhistoria erotica meu marido.cm meu sogro e dei.cumulher compra cachorro pra fudelaconto erotico como gravidez a minha tia seios gcontos eroticos gisahttp://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupalossurda muda gostosa contoContos eroticos casada na excursãosou envagelhica e me comeram a buceta a força contos eroticosContos eroticos estruparam minha avo e mamaecontos gays seu tiaoConto erotico de evangelicascontos de coroa com novinhocontos eroticos mostrei o pau pras mulheres no parqueconto adoro cu de casadajovem mostrando os pelinhis fino ds buceta