Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O ENCONTRO (PARTE 2)

As tetas duras e jovens de Marta convidavam mesmo a uns beliscões fortes. A boca do estranho estava a deixá-la toda marcada de chupões, o que ainda a excitava mais, ser marcada assim pelo seu senhor! A sua cona transbordava de tão molhada, e o cheiro a sexo naquele quarto de pensão formava um miasma quase visível. Uma palmada nas nádegas faz com que Marta abra os olhos e veja o seu amante que lhe exige que se mexa, que rebole, que o aperte com a sua cona jovem e encharcada até que o faça gozar. Então, surge o pedido tímido "podias gozar sem preservativo?" O amante, sabendo bem o que ela quer, decide humilhá-la um pouco mais. "Queres ir ter com o corninho do João com a cona suja da minha porra? É isso, minha puta? Queres mostrar ao teu corno o sabor da minha porra?". Ela, timidamente, envergonhada, e ainda mais excitada, faz que sim com a cabeça, enquando que com a cona lhe aperta o caralho duro.

"Minha puta suja, e achas que vou colocar o meu caralho desprotegido nessa cona porca?"

Ela abranda, e enrubescendo ainda mais, retira um envelope da sua mala de mão.

"O que é isto, então sua grande vaca, sua porca, fizeste exames para me sossegares? E o corno, fodeu contigo depois dos exames, ou tem feito como vos mandei?"

A voz quase não sai "não voltámos a foder desde as fotos, os exames foi para estares à vontade e me poderes foder sem preservativo", mas a cona não pára e o rabo de Marta rebola em cima daquele caralho. "És uma bela puta, e o João um corno submisso... Ok, tira-me a camisa, e se me conseguires engolir todo encho-te a cona com a minha porra. Pelo menos tomas a pílula, não?"

Marta desmonta a custo daquele caralho que a preenche de forma tão completa. Toda a aparente frieza e os insultos do seu amante estavam a fazer com que ela entrasse num mundo sá seu, se sentisse mais fêmea e mais sensual que alguma vez tinha sentido. João ia adorar a descrição do encontro, isso ela também tinha a certeza. Será que o seu dono deixaria que fodessem de novo, ou ia continuar a exigir que não se tocassem?

O caralho encostado à sua boca fez com que ela voltasse à situação actual. Assumindo o desafio, abriu a boca ao máximo e sentiu aquele caralho duro entrando até à garganta. Era extremamente excitante ver a cara de Marta, submissamente engolindo aquele caralho grosso, começando a ter náuseas. Nada que o fizesse parar, antes pelo contrário, já conhecia a sua necessidade de ser forçada e humilhada. Segurando-a pelas orelhas, conseguiu enfiar o seu caralho todo naquela garganta obediente. As poucas náuseas que ela ainda sentia faziam que a sua garganta fizesse maravilhas no caralho do seu amante. Antes que gozasse, ele resolveu cumprir o prometido. Tirou-lhe o caralho da boca, colocou-a de quatro na cama, e admirou um pouco aquela cona molhada e aquele cuzinho rosado. A excitação de Marta era tanta que tinha as coxas completamente molhadas pelos seus sucos, e até o cuzinho brilhava de tão húmido. Ele não podia resistir a provar aquele sabor, e com a ponta da língua recolheu algum do seu mel. Ela estava tão excitada, que sá sentir a lingua a lamber do seu cuzinho até ao clitáris fez com que gozasse de novo, mordendo a almofada para abafar os gritos. Quando recuperou, já estava de novo preenchida por aquele pau duro e saboroso, que a enchia como o caralhinho do João nunca tinha conseguido. Sentindo-se a mais baixa das rameiras, ela pediu que a fodesse mais forte, que lhe espancasse as nádegas brancas, que a fizesse sua propriedade. As palmadas não se fizeram esperar, deixando marcas vermelhas e aquecendo ainda mais aquela fêmea no cio, que gozou mais uma vez e ainda mais forte quando finalmente sentiu outro caralho despejando porra na sua cona sedenta. Aquela mangueira que lhe lavava o útero parecia que nunca mais acabava, até que finalmente o seu amante a largou em cima da cama. Mal Marta teve tempo de respirar e já estava o seu dono a apresentar-lhe o caralho temporariamente mole aos seus lábios, para que ela o endurecesse de novo. "Vá, mostra que essa boca de puta serve para algo mais que para gemer e pedir! Sabes onde este caralho vai entrar a seguir."

(continua)

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos na cada de um casal de amigos marido veda olho da esposa e genro tranza com elaContos eroticos peguei a managoza muitorapidamente na sograContos eroticos/minha sogra cavalonagenro da piroca grossa deixa sogra doidinha,contos e relatos eroticosfamilia naturista contocontos eroticos virei putagostaria dever filha cupano apica do pi dorminocontos eroticos gang bang com os molequescontos bi minha tia me pegou dando pra o meu tioconto erótico viadinho de shortinho e calcinha da a bunda a força esposa vagabunda contosminha esposa tem 1.60cm d bunda enorme contosconto erotico travesti passeano na pracaComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paiContos Eróticos abusada todos os dias por estranhoscontos cris super dotadoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocontos/esposa na rola do meu amigocontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscover filme porno com massagista se a susta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delaminha professora nao usa calcinhas contos eroticosconto erotico sedusii meu paiconto me fode maninhoesposa de langeryconto tio trai com sobrinho travesticache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html contos eróticos mamãe mim deu de bandeija para seu namoradocontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaconto trai meu marido na faxinaContos de transeximinha iniciacao gay sendo a mulherzinha do negao contos pornocasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adzoofilia cadelagozoubrinco com tio levou no cuzinhocontos minha enteada minha amantevirando femea do macho roludo contocontos reais minha mae chupou minhha bucetameu ex tem ficou duro eroticos contoscontos eroticos levando dedada do vovotransei gostoso com minha aVò insertossou crente casada mais sou putacontos zoo meu marido sem eu saber viciou o cao passando minhas calcinhas para ele cheirarmeu cuzinho desvirginadocontos eroticos fiquei com um pouco de nojo mas chupei aquela buceta peludapedreiro gozou vendo munher lavando roupas/conto eroticoContos eroticos-Virei pridioneira lesbicacomendo o cu d sogra gordona d 290 kilocontos meu vizinho tira o pau pra foracontos eroticos coroa morena dos 50 anos com shortinho de lycra mostrando seu pacotaoConto erótico sobrinha avó internadotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosComi um cu fedodo contoso dia que levei.uma.gozada no.anus da travesti contocontos eroticos o amigo do meu marido me viu de calcinhavidio muher trasa com homen com pido pequenoContos olhando a mãe damulheres batendo punheta nos animais como cachorros e ponhesMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu peniscomi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavacontos eroticos donas de rabos enormestoco siririca na madruga contos de casadascontos porno esposas estuprados submissossai com um casal contoscasa dos contos eroticos/Três é demaisContos de nao aguentei a pica grande no meu cucontos eróticos comendo a coroa caipiraMinha mulher gosta de mostra a buceta pros meus amigos ai eles comem Ela contos eroticosConto eroticos sogra selmacontos eróticos,ai ai fode metecontos o cheiro da rola do papaicontos eroticos com faxineiras madurascontos erotico garota do interior peteu cabaçocontos no orfanato gaycontos eroticos calcinha desaparecendo