Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU DESPERTAR

Meu despertar sexual aconteceu bem cedo, mas eu me sentia muito mal, sentia uma sensação de culpa, de estar fazendo coisa errada, hoje sei o que quero e superei essas bobagens de sentimento de culpa.

O que eu chamo de despertar foi assim: Eu tinha 19 anos, morava em Santana-SP, estudava de manhã e ficava a tarde inteira sázinha, era muito curiosa, vivia mexendo nas coisas do meu irmão (na época ele tinha 19 anos) e sempre achava revistas pornograficas.

Quando achava, meu coração batia forte, minhas pernas ficavam bambas e sentia um calor gostoso no meio das pernas, imediatamente eu corria pro meu quarto, tirava a calcinha e deitava de lado, enquanto eu virava as paginas, ficava massageando minha xaninha até gozar (eu não sabia o que era mas adorava). Depois ia pro banho e ficava brincando com uma tampa de um shampoo que era fina e comprida, enfiava e tirava na bundinha até gozar de novo. Eu não enfiava nada na bucetinha pq tinha medo, minha mãe me falava que não podia ficar mexendo ali.

Uma ocasião encontrei uma revista diferente das outras, tinha mulheres com cachorros, eu fiquei com as pernas tremulas. Tinha fotos de uma mulher fazendo de verdade com um cachorro, dava pra ver o pinto do cachorro dentro dela, isso mexeu muito comigo porque tinhamos um cachorro em casa, e pela primeira vez eu me dei conta que poderia fazer igual a revista, embora morresse de medo porque achava meu buraquinho muito pequeno para aquilo.

O cachorro era do meu pai, mas ele gostava muito de mim, pois eu que dava comida e banho nele. Era um vira-lata de medio porte, muito bonito de nome Nero, devia ter uns 2 anos.

Eu já tinha visto o Nero montar na perna do meu pai algumas vezes e meu pai tocava ele pra fora, agora eu já sabia o que era, e senti meu corpo mole de tesão, minha xaninha estava pegando fogo, queria fazer aquilo.

Como era 3:00 h da tarde, ficaria sázinha até as 7:00 h, com medo mas vencida pelo desejo, chamei o Nero pra dentro, tirei a saia e tranquei todas as portas, sentei no chão do meu quarto e chamei com o coração aos pulos.

Ele veio como sempre todo alegrinho, mas eu queria que fizesse comigo igual fazia com me pai, então colocava a perna embaixo dele, mas nada acontecia, ele vinha cheirava e lambia minha xaninha por cima da calcinha, puxei a calcinha para o lado e deixei ele lamber, foi uma sensação tão gostosa que nunca mais esqueci.

Já estava ficando desesperada quando de repente ele abraçou minha perna e começou a fazer aqueles movimentos, aquilo me levou a perder a noção de perigo, levei a mão até o pinto dele e comecei a pegar, estava duro e tinha uma pontinha vermelha pra fora da pele, eu mexia, apertava e ele empurrava pra frente.

Até hoje quando lembro molho a calcinha, sem pensar mais pois sá o tesão

importava, tirei a calcinha e fiquei de quatro, mas ele não montava em mim.

Eu estava maluca de vontade, queria sentir o negácio dele no meio das minhas pernas e na minha bunda.

Tanto insisti que acho que ele sentiu minha bundinha e abraçou meus quadris

com as patas e começou a fazer aqueles movimentos, eu senti um frio no estomago e uma sensação de calor percorreu todo meu corpo.

Eu não estava sentindo direito o pinto dele na minha bundinha, ele não acertava onde eu queria.

Então fui me abaixando, quando senti a ponta encostar em meu cuzinho senti um tesão tão delicioso como nunca tinha sentido antes.

Então fiquei curtindo em extase meu despertar sexual, pela primeira vez eu sentia um pinto de verdade cutucando meu cuzinho. As vezes ele escorregava e encaixava na minha xaninha, como tinha medo, arrumava e colocava de volta no cuzinho.

O tesão me impedia de entender, mas a ponta do pinto dele estava entrando e saindo do meu cuzinho...aquele entra e sai delicioso, ele empurrava e tirava muito rápido, eu não sentia dor, sá extase...então gozei pela primeira vez em um pinto...gemendo e soluçando... foi quando senti uma dor forte, assustada levei a mão para trás e senti uma coisa enorme, a ponta estava dentro do meu cuzinho que queimava e doia.

Fui com o corpo para frente e sai daquele pinto enorme e do abraço do Nero.

Assustada com a dor, dei uma bronca no Nero que deitou e ficou lambendo seu pinto enorme.

Meu susto foi passando a medida que reparava no tamanho do pinto dele, todo vermelho com uma bola atras.

Corri para o chuveiro, com uma sensação horrivel de culpa, de ter feito uma coisa errada e proibida, tomei um banho rápido preocupada que se chegasse alguem e visse o tamanho do pinto dele como eu explicaria.

Quando eu sai do banho, para meu alivio já tinha voltado ao normal, foi

ai que entendi como funcionava o pinto do cachorro.

Eu não conseguia esquecer o que tinha feito, e quando lembrava ficava tremula e muito excitada.

No mesmo dia comecei a planejar como eu faria para colocar o pinto dele inteiro no meu cuzinho antes de ficar grande, pois eu tinha certeza que depois de ficar grande eu não conseguiria.

Depois disso coloquei varios planos em ação, mas são outras histárias.

Depois de ler alguns relatos na internet, decidi compartilhar minhas

experiencias com outras mulheres que tiveram experiencias parecidas ou

ainda tem, sem medo nem preconceito.

Quem quiser compartilhar e trocar experiencias de forma adulta me

escreva: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o masagista fasendo masagem na mulher o pau dele encostou no rosto dela e ela chupoucoitado do meu cu contosLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando como home infinando a rola na bumda da molecontos eroticos meu avô esfregavaContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelbunda queria sentir a Rola entrando devagar conto[email protected]contos menage peitoes vaiconto gay me comeram dormindocontos eroticos perigoConto eritico cunhada safada peituda veiaContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocontos porno eu e minha mulher curradoscunhadas esfomeadasJoão e chupando piru mesmo tempocomtos eroticos bebo porra de veilinhoestudando com contos eroticosburrinha zoofiliacontos eroticos gozei no pau do meu irmaoconto erotico comendo o cu da freiraempregada fingida, conto eroticocontos eróticos fiquei só de calção na frente da babácasa dos contos eróticos jogo seduçãoconto erotico gay viado fica com medo da piroca do coroa e e fudido a forcacontos eróticos - prima Fernandaentei no quarto da minha primacontos eróticos de mulheres casadas de Biguaçucontos eróticos assediada por minha amigacontos eroticos minha enteada me chantageouconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupaxvideo mobile meu pai me castigounossa que putona gostosa deliciacontos erotico com mim colega sem calcinhaxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5minConto erotico gay rasgaran meu cuconto erotico gay viciei na porraconto porno pentelhos a mostracontos eroticos minha esposa minha cunhada e eusou casada realizei o desejo de dar o cu com outro contos contoseroticos irmoes e irmã no assaltocontos ajudando minha mae peituda na faxinaContos erotico mulhrr casada dona de supermecadocontos gays seu tiaoria gosa pra mincontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machoquantos ticos a mulher cosegue colocar no cumorena de micro vestidinho na estrada de carro da carona pró homem contos eroyicoa muito rabudacomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandopai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos eroticos enchi a boca da ninfetinha de porragostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladaContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3fazenda fravia dan xeso anal lua demelchupando mamilos com sofreguidaocontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludocontos de incesto dez anosFodido na construçãoContos eroticos como chantagieicontos erotico so de negrinhas dando o cusinho e a bucetinha pro cunhado e chupando muita rolaconto anal popozuda crenteconto o jumento comeu minha esposaCrente safada ContosEróticospornô.comcontos eróticos menina no circoContos eroticos minha avo e mamae foderam com os mendigosDesvirginando a sobrinha de 18 anoscomi minhairmãzinhade criação.com conto eróticoContos.encestos.mae.no.campo.de.futebolcontos incesto troca de filhascontos clara minha putiatravesti.coza.com os.dedos no seu cuconto erótico somos meio nudistasContos eroticos de de lindos travestis tarado por cunoras e sogro estorias de sexo riais.contos eroticos fomos enganados e fodidosmeu patrão pervertido , tive que sentar com o buceta para não perder o emprego contoconto troquei de papel com a minha mulhermunher ce mastuo eu fiPutinha De Rua Contoscasadas que postam fotos de itanhaemcontos eróticos minha filha bebeu meu leitecontos pornos comi sogra mamae tia irma onibus lotadobai jo meu primo e ele me comeucontos eroticos me exibi nua pra elacontos eroticos pequena vizinhaconto tia velha gostosacontos espiano minha mae peitudaContos eroticos chantagiei e chupei minha maninha Xvideo aguentando paenormecontos meu cunhado é corninhomae desfilando de calcinha fio dentalconto erotico comeu a amiga da. minha mãe seios gg conto eróticos a cumhada q eu tinha raivaVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) aos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contos