Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI A PUTINHA DO PORTEIRO COROA AMIGO DO MEU PAI



Essa histária aconteceu quando eu tinha 19 anos, hoje eu tenho 29, sou homem normal ninguém nem imagina que eu dentro de 4 paredes, adoro ser "mulher"...rsrs.



Bem, quando eu tinha uns 19 anos, comecei a gostar de vestir as calcinhas da minha mãe, quando ficava sozinho em casa. Era uma delícia, calcinhas fio dental, shortinho, baby doll, etc. E sempre sonhei em um dia dar para um outro cara, vestido assim.



Um certo dia, eu coloquei um baby doll da minha mãe, rosa de lingerie, com shrtinho enfiadinho e vestinho de amarrar, gente quando eu vestia, quase gosava. Ao lado do meu prédio, tinha uma obra e esse certo dia resolvi me exibir. tapei o rosto com medo de ser descoberto, e fiquei rebolando e mostrando o rabo pra 3 caras da obra. Um deles, um coroa, depois fui descobrir, tinha 53 anos, cabelos brancos, e comandava a obra em questão, a noite ele trabalhava como porteiro em um outro prédio.



- Quando me viram, esse coroa começou a gritar - "Para com isso muleque, tá maluco !!!!!



Eu não tinha a noção que facilmente seria descoberto, até por ele ver onde eu morava, mas mesmo assim o tesão que sentia era maior, e por isso fiz mais umas vezes, eles olhavam e não falavam mais nada, e como era longe não dava pra ouvir nada.



Um dia voltando sozinho da escola, um carro buzinou do meu lado me oferecendo carona, quase morri do coração, era o coroa da obra. - "E aí muleque tudo bem, entra aí que eu te levo perto da sua casa.



Eu morri de medo, disse que já tava perto, eu que eu não queria a carona, ele convidou mais umas 4 vezes, eu neguei, e então ele me fez a seguinte chantagem, -entra aí rapidinho, não vou fazer nada com vc não, agora se não entrar vou contar pro seu pai, o que anda fazendo sozinho em casa a tarde.



Não teve jeito, entrei no carro morrendo de medo, tentei me fazer de desentendido negando que era eu, dizendo que eu era macho.



Ele disse pra mim, que era casado, e que trabalhava a noite como porteiro de um prédio, e lá ficava sozinho, me chamou pra ir de noite lá, pra gente conversar somente, e mesmo eu negando não ser a pessoa que usava calcinha e se exibia pra ele, e disse que não contaria nada pra ninguém, inclusive o meu pai, que ele disse ser amigo e ter tomado algumas cervejas com ele.



O medo foi passando e dando lugar ao um imenso tesão, ele era carinhoso e vi que a sua inenção era boa, não era de me sacanear. Ele me deu o endereço e o horário de trabalho dele no prédio. Eu disse que sá pra ele não levar a histária a frente.



Quando fiquei em casa sozinho, peguei no armário da minha mae uma calcinha fio dental preta, guardei e a noite tomei banho e depilei a bundinha toda, já tinha feito isso umas duas vezes, coloquei a calcinha, e muito apreensivo fui ao encontro.





9 e 19 cheguei no prédio, era meio deserto mesmo. fiquei na recepção conversando com ele que estava muito cheiroso, era careca, começamos a conversar sobre futebol, o meu pai (nossa que medo) politica, até mulheres pra disfarçar, até que ele falou da dele. Disse que ela era muito feia, e que não gostava de sexo, e que ele adorava e sentia muita falta disso, de uma puta na cama.



Eu fui ficando louco de tesão, o medo já não existia mais, alguns moradores entraram e sairam do prédio, mas ninguem desconfiou de nada. Uma certa hora, ele me chamou pra conversar lá dentro num quartinho, eu disse que sim. Entramos lá, vi que era um quartinho pequeno e tinha um colchonte com cobertor no chão.



Ele disse: - "Agora que estamos sá nás dois, e já prometi não contar pra ninguem, vamos combinar o seguinte, toca uma punheta bem gostosa pra mim". Mal sabia ele que eu queria muito mais.



Ele botou o pau pra fora, o tamanho era ideal pra mim, meti a mão no saco e no pau comecei a tocar, e alguns segundos depois cai de boca.....ele foi loucura.....até esse momento eu estava de bermuda e ele não tinha visto o que vestia por baixo...rsrsrs



tirei a bermuda e mostrei a ele, ele ficou maluco....meti a bunda na cara dele ele chupou como um louco, como eu via muito filme porno, comecei a a fazer um 69, apás subi em cima dele e dei gostoso, cavalgando e segurando seu saco, rolou mais duas posições, de 4 e frango assado, com direito a beijo na boca.



Foi uma foda deliciosa, para ambos, eu confesso que não senti muita dor, o pau dele era médio e gostoso. Depois disso, fudemos inumera vezes, eu ia lá e virava muherzinha dele, sempre disfarcei e conseguia ir lá, pelo menos 2 vezes por semana. Ele montou um armarinho pra mim lá, comprou calci nhas, baby solls, shortinhos.........mantivemos esse relacionamento de homem e amante, durante dois anos, confesso que eu tive algumas namoradas durante o periodo, mas consegui manter tudo em sigilo, eu era completamente apaixonado por aquele coroa. Ele brincava na hora da trepada, que eu o meu pai, nunca poderia imaginar como o filho dele era tão gostosa na cama....rsrsrs.





























































VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótconto lesbicscontos caseiros reais eu seduzir meu irmão no baile funkcontos eróticos fiz orgia com meus enteadossContos eróticos putaría no casamento noiva fode com todos os seus padrinhoscontos e fetiches minha enteada minha perdiçãocontos eróticos com mamãecontos eróticos gays cavalgando no padrinhoporno encejo com sogro e sogra pra serulardanada da minha cunhada louca pra darcontos eroticos comendo a sogra da minha irma e socando a banana no cu delaconto erotico real sobrinhoprima madura solteira na casa de praia contos eroticos pornoconto erotico trabalho sala reuniaoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas dormindo ou fingindoconto erotico machucando o esfínctercontos eroticos a1. vez da bichinhamaefui abusada contos eroticoMinha bucetinha não aguentaria aquela grossura todatia gritando "me come sobrinho"loira resebi anal depois de treinamentocontoseroticos chupando meu tioFiquei com minha sobrinha no colo a viagem toda contosconto muro eroticoConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaiscontos abusadocontos eroticos gay meu pai me comeuconto casadagay de rio preto de calcinhacontos eroticos esposinha e o velhaocontos eroticos zoofilia com a cachorra a noitecontos eróticos cadela e putona famíliaschupei a pica do colega de escola eu gostei sou gaycontos eroticos beira da estradaeu adoro meu macho zoofiliacastigo sadomasoquismo contos seioso tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"puta entra em desepero ao gozar esegerada menteMe comeram ao lado do meu namoradoContos gay pinto pequenocontos eróticos Bombeirosantinho do pau na boca uma laranja viu pau na boca na bunda na sua boca a bocacontos encesto mae coroaPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familharela e virgem e so da o cu contos"muito aberto" gay contocontos/ morena com rabo fogosoconto tres maxo me comerancontos erótico meu pai meu cafetao contoscontos eroticosde medicaconto eróticos puta de salinascontoa gay - meu colega de quarto musculosohome pega amulher de com o melho amigo transano e fi loucocontos eroticos velho na praia de nudismoconto seduziu heterofodendo gostosa e esporo contos eróticosminha amiga me levou p suruba contos eroticosconto erotico transei com meu filhocontos namorada arrombada assaltantesconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos - isto e real - parte 2contos eroticos gay meu pai de vinte e tres anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos de vizinhasfilho casetao de 30cmcontos eroticos pedreiroconto erotico menague com a norapapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delcontos 9 aninhos putinhatirando a calcinha no banheiro toda meladinha visgandomulatas do bundao e pitos caido gostosa.conto minha visinha mando eu descabaça sua filhaContoseroticosnafazendacontos eritico papai colocou de castigoganhei carona mais tive que engolir porratrai meu marido bebado com seu amigo bebado na sala contosconto eróticos dei pra meu pai depois de casadaConto ertico forçada na escoladoutor esporreando muito no travedticonto - so cabia um dedinho na bucetinha delaconto de encesto meu pai ficou empotentecamiseta e sem calcinha contoscontos meu pai me fodecontos bdsm escrava virtual virtualconto erotico gay meu amigo rasgou meu cubuceras com paj giganti dentrogosto de ser corno eu confessoeu minha namorada e uma amiga carioca conto eróticocasadoscontosgaysesbarrando na bunda da tia e rola sexoconto sem calcinha a troco de docecontos eroticos escravizada e usada por um tarado IVcontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duracontos eróticos primeira vez q peguei na buceta da minha namorada