Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOBRINHA: A TENTACAO

O NOME DELA EH JOSIANA. A tentacao que me hipnotizou. Eu sou casado a 6 anos com uma linda mulher. O nosso casamento andava bem mas a nossa vida sexual nem tanto, mas mesmo assim eu nao traia a minha mulher Ela tem mais 2 irmas e uma delas jah tinha uma filha, a bela Josiana. Bem, eu tenho 37 anos, cabelos castanhos, e tenho 1,75m d altura, nao sou musculoso e tb nao sou nenhum magrelo, posso dizer q eu estou em forma pois geralmente gosto de fazer umas caminhadas.

Este relato aconteceu ano passado em dezembro. Eu e a minha mulher fomos passar as ferias na casa d praia da familia dela e la tariam toda a familia inclusive a minha sobrinha, a Josiana. Qdo essa historia comecou ela tinha 19 anos, mas na ultima vez q eu vi ela soh tinha 19 anos, entao nao sabia como q ela tava. Chegamos na casa d praia depois d tudo mundo. O pessoal estavam todos na piscina, entao eu e minha mulher vestimos a nossa roupa d banho e fomos pra piscina. Ao chegarmos na piscina todos cumprimentaram e foi qdo eu vi a Josiana. Ela estava linda. Ela estava maior tinha mais ou menos uns 1,64m d altura. Cabelos longos pretos, brilhantes e suave. Corpo malhado. A sua pele era de um tom rosa. Aqueles belos seios bem grandes para sua idade e maiores do que muitas mulheres por ai mal cabiam no seu biquini. Sua perna grossa eram uma loucura. A sua budinha era perfeita. Redondinho e empinado. Ela veio em nossa direcao pra nos cumprimentar e pude sentir o seu belo cheiro melhor do q d rosas. Naquele dia fizemos um churrasco e eu nao conseguia tirar meus olhos dela. Ela eh tao linda q qualquer homem se renderia a ela.

Os proximos 2 dias foram os dias mais dificieis da minha vida. Eu nao consegui para de olhar aquela garota de rosto lindo e corpo perfeito. Eu queria tanto dar um beijo naqueles labios grossos, apalpar aqueles grandes seios e a sua bundinha. Soh d pensar meu pau jah ficava ereto no meu shorts. Parecia q ela sabia q eu estava atraido por ela, pois cada dia ela usava biquinis menores e mais sexy. Eu ate lembro do seu mais sexy biquini. Era todo preto e tao pequeno q parecia q seus seios queriam sair pra fora. Algumas vezes a sua parte d baixo dos seus seios escapvam pra fora. Ela era pura tentacao. Conversamos poucas vezes e qdo conversavamos eu mal conseguia conversar.

As noites eram mto quentes naquela casa. Eu nao conseguia dormir por causa daquele calor e tb nao conseguia parar d pensar nela. Entao fui ate a cozinha pra tomar agua. Qdo cheguei la tomei um susto ao ver Josiana com uma calcinha d algodao, e uma blusinha q mostra um grande decote e marca do seus mamilos q estavam durinhos. Ela falou q tb nao conseguia dormir. Conversamos por uns 19 minutos e perguntei a ela se ela tinha namorado. A sua resposta foi o segunite: ela chegou pertinho d mim e falou q sabia q eu era atraido por ela e q nao parava d olhar pra ela. E dpois ela falou q ainda era vrigem e estava louca pra perder a vigindade por um homem mai velho. Ao terminar d falar isso ela se virou e relou aquele bumbum no meu penis e foi pro seu quarto.

No dia seguinte, o pessoal decidiu ir pra praia. Inventei um desculpa falando q eu tava com dor d cabeca e nao estava disposto a ir pra praia. Na verdade eu queria evitar a minha sobrinha. Fiquei em casa sozinho. Fui pro banheiro e bati uma punheta pensando na Josiana. Voltei pra sala pra ver TV e uma hora depois chega a Josiana sozinha. Ela falou q queria ficar comigo e mentiu pra mae falando q a sua menstruacao tinha chegado. Depois, ela suspirou no meu ouvido falando q ia pro banheiro e q taria me esperando. Logo q ela foi pro banheiro nem pensei duas vezes e fui logo atras. A porta do banheiro estava aberto e la estava ela com apenas um toalha em volta dela. Ao me ver ela jogou a toalha no chao e eu pude ver aquela bucetinha d menina toda depilada. Ela venho em minha direcao e me deu um belo beijo na boca. O beijo era doce e molhado. A sua mao percorreu meu corpo e debaixo do meu shorts ela comecou a bater uma punheta. Ela suspirou no meu ouvido q ela ainda era virgem mas jah havia visto mtos filmes pornos. Era demais sentir aquelas maos delicadas no meu pinto e os seus labios nos meus labios. Meu penis nao demorou mto pra ficar todo ereto. Depois, ela fechou a tampa da privada, se sentou e falou q estava louca por uma lingua no meio das pernas dela. Eu atendi o pedido dela. A sua bucetinha tinha um gosto doce. Dava beijinhos, a minha lingua passava por toda a sua buceta, e com os meus dedos eu a dedilhava, e ela gemia e segurava a minha cabeca. Olhei pra cima e vi aquele rosto lindo com um sorriso,d olhos fechados e uma expressao d prazer no rosto dela e com sua mao ela segurava o seus cabelos. De repente, ouvimos barulhos na sala e percebemos q o pessoal havia chegado. Dei um beijo nela e ela falou q estaria me esperando no quarto dela as 2:30 da madrugada. Naquela noite fiquei impaciente, nao conseguia esperar.

Todos haviam bebido menos eu, q queria apreciar aquela madrugada. Estava no meu quarto ao lado da minha esposa que estava dormindo. Ela havia bebido mto entao nao seria nenhuma problema escapar do quarto.

Finalmente, havia chegado a hora. Fui pro quarto dela e abria a porta. Ela estava com um bay-doll azul transparente e o quarto estava iluminado por apenas 2 velas q estavam na mesa. Logo q ela me viu ela deixou o seu baby-doll cair no chao e pude ver aquele corpo perfeito nu de novo. Ela venho em minha direcao e me deu um beijo A minha mao percorria a sua pele q parecia seda. Nos beijamos e depois comcei a descer. Primeiro fiquei beijando o seu pescoco e depois desci mais pra poder mamar nos seus peritos. Eu beijava-os, lambia-os, e fazia massagem neles. Fiquei brincando com os seu biquinho pra dexa-los mais durinhos do que jah tavam. Depois fiquei beijando a sua barriguinha e dpois fui pro ponto principal. Comecei a mastubar ela. Ela pois perna dela em cima do meu ombro pra facilitar o seu prazer. Com os meus dedos eu massageava o seu clitoris e com minha lingua eu tentava enfiar dentro dela ou ficava lambendo ela todinha ate deixar ela meladinha. Ela nao segurava o seu gemido e parecia q ia gozar logo. Qdo finalmente no seu auge, ela me levantou, segurou a minha mao e madou eu sentar na beirada da cama. Ela se ajoelhou, tirou o meu calcao deixando o meu penis ereto exposto. Sua boca procurou o meu pinto e fez um belo boquete. Era tao bom aquela sensacao q eu nao esqueco ate hj. Sua boquinha faznedo aquele boquete no meu pau era bom demais, quase q gozei na boca dela. Ela se leavantou e fico em cima de mim. Eu estava sentado na beirada da cama com as pernas pra fora e ela comecava a direcionar a sua bucetinha no meu pinto. Falei pra ela q precisava d camisinha, mas ela falou q nao precisava pois tomava pilula e jha tinha posto um diafragma dentro. Nossa, essa garota era mais puta do q eu pensava. Ela se segurou o meu pinto e dircionou ao buraquinho dela. O meu penis foi entrando aos poucos e sem dificuldades, mas em um certo ponto encontrei uma barreira q logo foi quebrado com forca do meu quadril. Meu pau jah estava todo dentro dela. Ficamos parados daquele jeito se beijando ate ela se acostumar com o meu tamanho d 16cm. O sobe e desce dela comecava aos poucos. Mas nao demorou mto pra sobe e desce ficar frenetico e mto selvagem. Enquanto o meu pau melado entrava e saia, eu beijava o copro dela inclusive os peitos dela q balancavam loucamente. Depois, ela me empurrou pra deitar na cama e ela continuava a calvagar. Nossos corpos estavam suados por causa do calor da noite e por causa do sexo selvagem q nos estavamos fazendo. Eu apreciava o prazer q ela estava sentindo q dava pra ver na cara dela. Ela segurava os seus seios e gemia. Aquela visao era demais. Em uma de suas calavagadas ela teve um orgasmo imenso e caiu sobre mim com o meu pau ainda dentro dela. Deixei ela descansar um pouco, mas nao demorou e eu comecei a forcar o meu quadril contra o dela e fazendo o vai e vem. Logo depois ela ergeu seu corpo e continou a calvagada q estava fazendo. Fiquei massageando o seu clitoris com os meus dedos e com a outra mao eu apertava os seu seios e ela segurava a minha mao. Logo senti o meu gozo chegando e jorrei tudo dentro dela, q foi outra incirvel sensacao. Masturbei ela ate ela gozar.

Estavamos deitados na cama abracados e exaustos. Ficamos falando d sacanagem. Com essa conversa, meu penis comecava a ficar duro de novo. Com a ajuda da punheta de Josiana ele ficou no ponto. Virei ela de costas pra cima. Ela entedeu o sinal, empinou aquela bela bundinha e eu enfiei por tras na bucetinha dela. Socava o meu penis nela com muita forca. Nunca tinha feito sexo daquele jeito e principalmente com uma ninfeita igual a ela. Nao queria q aquilo nunca acabsse. Eu fazia um vai e vem cada vez mais rapido e forte. Nao demorou mto pro meu gozo chegar, e logo qdo falei que ia gozar, ela se virou e pois a sua boquinha no meu pau pegando fogo. Gozei tudinho nao boca dela e ela engoliu tudo sentido o gosto do meu leite.

Depois d uns minutos voltei pro meu quarto pra dormir ao lado da minha esposa q tinha acabado d ser traida. A partir daquela noite, eu e Josiana nos tornamos amantes e ficamos nos encontrando qdo voltamos pra cidade. Nos eramos apenas dois amantes q gostava de viver umas loucas aventuras.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico esposa sendo duplamente penetradaA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvircontos eroticos minha amiga e seu marido me maltrataram com piça Porn contos erotico corooa quue dizia ser crentecontos de encoxada em mulheres passivascontos eróticos eu putinha cavalacontos eroticos dava balas e comia cu do piveteconto erotico homens velhosrelatos hetero casado que deu o cueu adoro usar calcinha hoje sou travesti fresca afeminadabucetao arombada de adivogada conto eroticocontos de chorei com a pica de meu avô no cucontos eróticos marido Cafajestebucetao arombada de adivogada conto eroticoconto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no rabovesti as roupa feminina e dei meu rabinhocontoscomi minha cunhadinha dormindoContos eróticos meu primo meu amor minha vida meteConto erotico minha esposa pagou pra ser fudidaconto erotico dopadaconto erótico pepinoconto erotico sou viado e vendi meu cuminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosdeu sonífero para comela prnovolume na calça encoxadacontos eroticos a coroa mulher do sr antonioconto erotico punhetinha na praiaContos comi a racha da minha maeContos eroticosComi minha irma na cozinhacontos eroticos o bicho do tiodei minha buceta pro traficantecontos eroticos comendo a velha horrosa dormindocontos eroticos de meninas abusadas pelo padrastoincesto porno/encoxando minha mae no trem lotadogordinha contando suas trepadas c ontoaregasando a b da ncontos novinhascontos eróticos com senhor de idade com rapazcontos eroticos possuida por uma estranha gostosaContos: namorada safadaContos eroticos meu filha de seis anos chupa endidacontos dei um beijao na boca do meu tiocanto erótico meu marido viajou ficou em casa eu e minha filhaporno bundas muitissimo leve ou seja molenão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica gigantecomida e manteiga no cu e na bundacontos eroticos de muheres casdas q alivirao seus fusionariocontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona contos eroticos trair meu marido no puteirocontos eroticos calcinha desaparecendoConto casada traiu em confraternizacaocontos sado marido violentosgostosa dando a b***** pela metade de mim loucamentePULAVAAI XVIDEOconto herotico PantanalRejane gosando na siriricacontos esposa olhos vendados fudendocontos Surpreso em ver tia sem calcinhamamaedeixou gozar no seu cuContos eróticos e roseo computador da minha filha contocontoslésbicas chupando bucetada novinha gostosa cheia de tesãopuxou minha calcinha de lado e meteu ate o talo na minha boceta contoscontos eroticos swingconto erótico viadinho de calcinha e os mendigosloira resebi anal depois de treinamentocontos eroticos pelos pubianos expostosconto erotico com novinha no parquecomi a n********* na mata contos eróticosconto clube de amamentacao de adultoscontos da mãe a lamber a cona da filhaCheirarão a calcinha da minha esposa contos reais