Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
JŠ estŠ liberada a Šrea de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA LINDA JAPONESA ENTROU EM MINHA VIDA

Click to Download this video!

J√¬° contei aqui como Anna entrou literalmente na minha vida, usando e abusando de suas fantasias e de um monte de brinquedos er√¬≥ticos que us√¬°vamos para apimentar nossas transas. Linda e sedutora, ela adorava inverter a situa√¬ß√¬£o, me dominando e se deleitando enquanto me comia de todas as formas poss√¬≠veis. Para ela, nunca houve tempo ruim na cama; tudo era permitido e desejado. Contei tamb√¬©m como foi o final de semana que passamos em uma ch√¬°cara, quando ela me amarrou e me comeu usando uma cinta com um pinto de borracha. Minha surpresa vou ganhar depois um CD com um v√¬≠deo de nossa transa. No v√¬≠deo, que eu guardo at√¬© hoje, mostrava movimentos de c√¬Ęmera, aproximando e mostrando v√¬°rios √¬Ęngulos, deixando claro que outra pessoa estava presente, gravando tudo. A d√ªvida que me perseguiu por um tempo era quem tinha participado da cena preparada por Anna. Quem sabia que eu estava sendo sodomizado por ela. Eu fiquei apreensivo, pois a hist√¬≥ria poderia se espalhar entre nossos amigos ou, pior ainda, o v√¬≠deo poderia cair na internet. Neste caso, eu estaria mesmo fudido. Mas isso felizmente nunca aconteceu. O que me deixou chateado foi ter terminado com Anna, que voltou a viver com o seu ex-marido e est√¬° gr√¬°vida do primeiro filho.



Mesmo n√¬£o estando mais juntos, temos amigos em comuns e nossa rela√¬ß√¬£o √¬© de amizade, pois partilhamos por algum tempo muitos segredos. Anna vive me apresentando suas amigas, inclusive dando algumas dicas para eu me aproximar. J√¬° rolou v√¬°rias paqueras e transas, mas nenhuma tinha chamado muito a aten√¬ß√¬£o, pois Anna continuava imbat√¬≠vel na minha mem√¬≥ria. At√¬© que Mara surgir. Morena bronzeada de cabelos longos e negros, 28 anos, 1,60 de altura, malhada, e com humor ferino, essa descendente de japoneses logo me cativou. Rolou empatia de cara, trocamos telefones, e-mail e marcamos de sair. Fomos pra boate e amanhecemos num motel. Mara √¬© uma del√¬≠cia, tem um corpo lindo, uma boca gulosa e um apetite voraz. Sua buceta parece mel, de t√¬£o doce e cheiroso. E o tempo todo ela ficava olhando nos olhos e conversando sem pressa, deixando a transa ainda mais prazerosa. Foi mesmo um encontro muito gostoso. Passei o dia inteiro pensando naquela japonesa linda e carinhosa.



Na noite seguinte, Mara aparece na minha casa dizendo estar com saudade. Pedimos comida japonesa e ficamos conversando. O saqu√™ nos deixava bastante assanhados e come√¬ßamos a nos abra√¬ßar no meio da comida. Depois de alguns amassos provocantes, quando j√¬° est√¬°vamos sem roupa, ela me empurrou no ch√¬£o e sentou-se sobre mim, na posi√¬ß√¬£o de quem quer dominar o jogo. Continuamos nos beijando e conversando. Ela contou ent√¬£o sentia tes√¬£o em mim antes mesmo de me conhecer pessoalmente. Rindo e me olhando nos olhos com uma serenidade desconcertante, disse que era a melhor amiga de Anna, e que sabia de quase todos os seus segredos e fantasias. E completou dizendo que me conheceu em uma noite especial em uma ch√¬°cara h√¬° cerca de tr√™s meses, mas que eu n√¬£o a via naquela noite. Ela explicou que era s√¬≥cia em uma empresa de filmagem e que havia participado de uma fantasia de Anna. Disse que tinha sido o melhor v√¬≠deo que j√¬° tinha feito, e que aquela noite tinha despertado nela um monte de vontades loucas. Eu estava sem a√¬ß√¬£o, meio que desnorteado. Aquela mulher linda em cima de mim, falando de uma hist√¬≥ria que era muito particular, que era para ser segredo.



Sem tirar o sorriso do rosto, ela voltou a me beijar e a chupar todo o meu corpo. Boca, pesco√¬ßo, peito, barriga. E foi descendo at√¬© achar o meu pau, que passou a chupar com vontade. Ela dominava a situa√¬ß√¬£o com um boquete incr√¬≠vel. Chupando e brincando com sua l√¬≠ngua em movimentos circulares. Depois, engoliu minhas bolas e pressionou levemente, quase me fazendo gozar. Suas m√¬£os percorriam minhas pernas, minha virilha, faziam carinho no meu pau e procuravam minha bunda. Aos poucos, passou a brincar com sua l√¬≠ngua na minha virilha, descendo um pouco abaixo do meu saco. Percebi que onde ela queria chegar e facilitei um pouco, levantando o quadril. A medida que sua l√¬≠ngua ia em dire√¬ß√¬£o do meu cu, ela levantou e abriu bem as minhas pernas. O prazer era tanto que ela me deixou sem a√¬ß√¬£o. Senti sua l√¬≠ngua no meu cuzinho, brincando freneticamente em movimento circulantes ou de entra-e-sai. Depois Mara lubrificou bem meu cuzinho, sentou no meio de minhas pernas e puxou meu quadril bem pra cima. Olhando nos meus olhos e com um sorriso sacana no rosto, enfiou lentamente um dedo no meu cu enquanto me masturbava com a outra m√¬£o. Eu me segurava pra esticar o prazer, pra n√¬£o gozar logo. Em pouco tempo, Mara j√¬° estava com tr√™s dedos dentro de mim. Quando falei que ia gozar, ela abocanhou o meu pau e chupou at√¬© a √ªltima gota do meu prazer.



Depois que recuperei o f√¬īlego, ela me serviu mais saqu√™ e voltamos a conversar. Ela contou que nunca tinha pensado que um cuzinho desse tanto prazer e que nunca tinha transado daquela forma. ‚¬Ä¬úCulpa da Anna, que me convidou para gravar uma fantasia er√¬≥tica‚¬Ä¬Ě, ela disse. A√¬≠ eu disse que era a minha vez de retribuir o prazer. Virei e em encaixei no meio de suas pernas, chupando sua buceta linda e cheirosa. Depois, coloquei Mara de quatro e me encaixei entre suas pernas, fazendo aquela japonesa gozar feito louca. Eu e Mara estamos juntos, ainda descobrindo uma rela√¬ß√¬£o que tem muito sexo e erotismo. E devemos tudo o que estamos vivendo a nossa amiga Anna. Quem quiser trocar hist√¬≥rias, meu e-mail √¬© [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELE«√O DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos er√≥ticos minha madrinha safadaconto de chorei com a pica grande de um negao no meu cu virgemcontos eroticos transformado em putacontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhoconto gay me pegaram de shortinhoSou casada mas bebi porro de outra cara contosCOnto a vizinha amamentandobrincando com maninho acabou em sexoso contos de gay sendo aronbado por varios homens um apos o outro aronbando o c√ļamiguinha d minha bem magrinha putinhaContos er√≥ticos boca maciaseparei do meu marido e fui morar com minha irma conto eroticocontos sou o macho da minha sobrinhacontos er√≥ticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tes√£oconto erotico adolcentes brincandocontos com fotos travesti xexo com a mae da sua amigaconto erotico exibindo pro filhorelatos de an√£ transandoimagens de conto de afilhado macho transando com padrinho machocontos eroticos negao no cinema corno lambe porrameu cachorro taradoembebedei minha mulher e consegui comer o c* delave porno com viadinho reganhado escorreno porracontos de coroa com novinhoprono irm√£o comeno a irman branquinho cabelo pretocontos porno eu amo caga na picachul√© da minha cunhada conto eroticoConto porno ui ui ui metexvidio mulher xota de cabritade tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...f****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertawww.contos eroticos cavalgado no vovoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadora medica que gostava de zoofilia_contosconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorconto de quarentona a fuder com desconhecidoContos Eroticos fudi amiga da tia choronaconto er√≥ticos sado a for√ßaminha mulher explorando meu cu contocontos er√≥ticos putinha na madrugada na rua.conto erotico virei puta e meu marido cornomeu tio me vendeu conto eroticosjapa enfia o dedo no seu cu virgemcontos eroticos papai mandava e eu obedeciahist√≥ria de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do √īnibus na viagemcarro empuramdo estaca no cu da branqui.ha quostosaviadinjo da bimda rrdonda contos eroticoscontos de c√ļ por dinheirocontos eroticos com mae e filho e pai assistindocontos er√≥ticos do tio malvadocontos er√≥ticos;abusaram dd mim na festa da faculdadeContos gay carnaval em Veneza as gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadacontos eroticos "sou casada" "me respeite"meu irmao e meu dono bdsm contoconto eroticos sem maldade senti que os dedos tocavam minha xoxoraContos Mulatinha do titioFiquei parado olhando a bunda delaBotei o pau na minha tia crentesurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticoso p****** do metr√ī mulher relata conto er√≥ticoconto erotico ele me encoxou no onibusdona jandura conto eroticoo caminhoneiro engravidou minha mulher eu confessocontos eroticos - alta grandona bundudaconto erotico de torneio de sinucamulhe raspado buceta deichado no meiocontos eroticos com minha empregada nordestinaduas mulher chupando a b***** no Jord√£o baixo fazendo sexoconto erotico bem picanteContos er√≥ticos teens gays chupando o filhinh da minha amigaMinha bucetinha n√£o aguentaria aquela grossura toda